Autor Tópico: Zeitgeist  (Lido 14259 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Sidonio

  • pt

  • Registo: 04 Fev, 2011
  • Membro: 19361
  • Mensagens: 6
  • Tópicos: 0

  • : 0
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #40 em: Segunda, 07 de Fevereiro, 2011 - 00h27 »
0
« Última modificação: Domingo, 23 de Outubro, 2011 - 18h34 por Sidonio »

WurmD

  • pt

  • Registo: 29 Set, 2010
  • Membro: 16631
  • Mensagens: 19
  • Tópicos: 2

  • : 0
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #41 em: Segunda, 07 de Fevereiro, 2011 - 00h43 »
Citação de: ballou
O Homem é causa principal dos problemas... o sistema monetário é uma invenção extraordinariamente positiva do Homem, invenção que na sua génese conduziu (indirectamente) ao surgimento desta plataforma onde estamos a tentar comunicar. O Homem, como em muitas outros avanços, corroeu a base funcional do sistema de troca indirecta em algo para o proveito de uns alguns. Não é a troca indirecta o erro, o erro é o Homem não ser justo com o seu próximo...
Ora, isto é ponto fulcral do desentendimento/desinformação aqui exposto, dado que muita da análise e da estrutura do TVP assenta neste facto que é esta estrutura social "o sistema monetário" e os valores derivados dela que são a causa primária da maioria dos problemas graves de hoje (guerra, fome, crime, ...)

E acreditar que o Homem (a "natureza" do Homem) é a causa primária destes grandes males, ignorando estudos científicos que dizem o contrário faz com que muita da análise e construção lógica do TVP não te faça sentido.

Ora e mais, a forma de troca indirecta não conduziu ao desenvolvimento da tecnologia (este computador e internet q estamos a usar). A abundância de energia barata (combustíveis fósseis) foi a única coisa que permitiu ao homem dedicar mais tempo a tarefas intelectuais, uma delas sendo o desenvolver da tecnologia.

O desenvolvimento da tecnologia aconteceu "IN SPITE OF" o sistema de trocas indirectas, que hoje estagna e direcciona o desenvolvimento da tecnologia.

O sistema monetário atrofia o desenvolvimento tecnológico e mesmo assim chegámos até aqui. O sistema monetário penaliza o altruísmo (tempo é dinheiro, perde-se tempo E dinheiro a ser altruísta) e recompensa o corrupto (quanto maior o golpe, maior o ganho financeiro)

E MESMO ASSIM existe tanto voluntariado no mundo.
Isto é uma Ode à humanidade.

jamaica

  • pt

  • Registo: 18 Jul, 2010
  • Membro: 15030
  • Mensagens: 89
  • Tópicos: 2

  • : 1
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #42 em: Segunda, 07 de Fevereiro, 2011 - 00h47 »
Nesta premissa, não vou sequer discutir contigo este tópico, porque tu já categorizaste sem base empírica ou racional, o Movimento e a sua integridade.

Sem base racional? Por acaso tive de raciocinar bastante antes de chegar (como muitos já chegaram) à triste conclusão de que o Zeitgeist Movement é apologista das mesmas ideias que a Nova Ordem Mundial.. "sorry to break your bubble"

Citação
The Venus Project which has already in name been linked to Lucifer, is obviously a socialist movement. Founded by Jacque Fresco, upon first glance it may appear similar to one of the multitude of ill fated hippy communes of the 1960’s. But upon further study, it too is rooted in the same NWO/Occult/Theosophical belief structure.

Segundo Fresco, microchipar toda a população da Terra é só o começo, uma brincadeira de crianças:

Citação
Another warning sign of Fresco’s New World Order mentality is
his desire to see technology steering mankind’s destiny. Many
patriots shiver at the idea of biometric identification, specifically
the idea of implantable microchips that could be used to track and
control humans in ways up until recently only envisioned in the
Bible. Fresco’s vision for the future of humanity goes well beyond
that of a simple microchip implant. He foresees humanity needing
to merge with machine or else risk de-evolution.

Não vale a pena repetir o que já foi escrito:
Citação
To most people this title will sound like an oxymoron, how could Zeitgeist The Movie benefit the New World Order? After all, they are exposing the 911 conspiracy, and the Federal Reserve system. That wouldnt be beneficial at all to them right? That depends on what you think their ultimate goal is. I will submit for your consideration that a world government and reduction of the population is only the beginning of their plans for us. I suggest that, by them being the suppliers of the best conspiracy information available, they gain the trust and attention of the only people that are smart enough, awake enough, left to stop them. They then focus our desire to rebel against another target, usually a target they themselves want destroyed. This system of disinformation is becoming more frequent now that certain truths (like the 911 and Federal reserve stuff) are already well past their ability to control. So they use them for their own purpose, maby they always intended too. Im not sure.

Let me first point out that Zeitgeist part one (the religion part) has well over 50 factual errors. Some of them are pointed out at this website zeitgeistchallenge.com (http://zeitgeistchallenge.com) which offers cash rewards to anyone that can offer historical evidence concerning many of the claims zeitgeist makes. Here are a few more links of people clearly showing that zeitgeist has lied several times in their movie in order to give credibility to their views.
« Última modificação: Segunda, 07 de Fevereiro, 2011 - 01h41 por jamaica »
Vejam aqui no forum o documentário The Arrivals.

Zeitgeist?
"Be a mature man or woman with the depth-of-character to admit that you've been deceived. You will be respected for your courage and depth of character."

ballou

  • pt

  • Registo: 04 Ago, 2010
  • Membro: 15400
  • Mensagens: 19
  • Tópicos: 0

  • : 0
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #43 em: Segunda, 07 de Fevereiro, 2011 - 08h00 »
Sidonio, antes de mais, obrigado. Obrigado pela demonstração de humildade demonstrada e comprovada pelos parágrafos iniciais na tua última resposta. Numa sociedade cada vez mais atroz, o reconhecer de um "erro", ainda mais publicamente, é uma virtude que deve sempre ser enaltecida. Conquistaste o meu respeito.

Vou começar pelo fim, respondendo ao que WurmD escreveu:
Sistema monetário\Homem.
Muito ao contrário daquilo que pode ficar subentendido da minha "defesa" do sistema monetário, eu não o defendo e sou firmemente contra a forma como ele é aplicado nesta sociedade... tal como é facilmente constatável lendo só um pouquinho do que escrevo no blogue.
É em exemplos como este que a História é uma das nossas maiores aliadas (digo eu) para nos ajudar a compreender onde realmente está a génese dos problemas.
WurmD:
Citação
Ora e mais, a forma de troca indirecta não conduziu ao desenvolvimento da tecnologia (este computador e internet q estamos a usar). A abundância de energia barata (combustíveis fósseis) foi a única coisa que permitiu ao homem dedicar mais tempo a tarefas intelectuais, uma delas sendo o desenvolver da tecnologia.
Antes de haver abundância de energia barata já existiam tarefas intelectuais.
O excedente de "energia disponível" para a sociedade foi durante grande parte da evolução do Homem contabilizado em excedente de alimentos. Quando o Homem tinha um excedente de alimentos podia dedicar parte do seu tempo a tarefas intelectuais.
Depois, com o surgimento das sociedades mais complexas, passou a existir uma franja nessas sociedades, reis e seu próximos, a hierarquia religiosa de topo, comerciantes abastados, etc..., que tinham quase sempre excedente de alimentos (energia) para se dedicarem a tarefas intelectuais.
Mais tarde surgiram as primeiras moedas, cunhadas em ouro e prata, e com elas surgiu a (verdadeira) troca indirecta de bens. O seu aparecimento logrou começar a libertar as sociedades para as tarefas intelectuais. A moeda nasce na Grécia e a acompanhá-la a primeira grande explosão de cultura intelectual que o nosso mundo assistiu. ( A ORIGEM DA MOEDA )
E depois acho que a maioria já conhece o restante da História da evolução da moeda até aos nossos dias... até ao sistema monetário que gere grande parte das nossas vidas. (Se não sabem... é de saber "obrigatório")
Escrevi tudo isto para retorquir o que já anteriormente tinha escrito (também, mas não só):
(...)o sistema monetário é uma invenção extraordinariamente positiva do Homem, invenção que na sua génese conduziu (indirectamente) ao surgimento desta plataforma onde estamos a tentar comunicar.(...)

Escrito isto, vou aqui expor um excerto de uma utopia, sonho, desejo de, que poderá ser intitulada de demagogia. Pode ser que talvez ajude a dar a compreender melhor a minha definição de simbiose.
Não concordo com a ideia proposta pelo movimento Z para a destruição do sistema monetário porque defendo uma evolução (imaginária) em simbiose do mesmo, ou um regredir... como lhe desejem chamar. (Tão imaginária como a apresentada como solução pelo movimento)
Usando como exemplo Portugal:
- Apenas 1 banco, sem concorrência, no mercado.
- Banco que será parte integrante do Estado, ou seja, do Zé Povinho.
- Banco que cobrará juros (muito baixos) que reverterão na sua totalidade para o Estado.
- Juros que servirão para investimentos para a sociedade, para além dos impostos cobrados.
- A alteração da lógica funcional da moeda.
- A moeda passar a ter um prazo de validade de, por exemplo, 1 ano. Ou seja, para evitar a acumulação\especulação da mesma. Se o papel de troca não for usado no prazo de validade perde o seu valor.
Isto é apenas um pequeno e ínfimo de uma utopia... porque se bastaram alguns homens para corromper uma "invenção" social que lhe providenciou tantos benefícios, do qual durante a História resultaram tantos malefícios, então também alguns homens poderão pegar no sistema actual e torná-lo uma vez mais positivo e produtivo para a sociedade sem que para isso se adopte o caminho da ruptura total. Simbiose.
P.S: Isto foi exposto da forma mais simplista possível, o que inevitavelmente abre um sem número de questões sobre as quais tinha de ficar o dia inteiro a escrever... ou mais. Que sirva como ponte para tentar compreender que as mesmas coisas podem e devem ser analisadas e vistas de ângulos diferentes, mesmo que à primeira vista possam parecer totalmente antagónicos.

Sidonio:
No entanto noto que já tens uma ideia pré-concebida do projecto (ao qual adjectivas sonhos), e filtras o que achas útil (daí a redacção da citação antecedente).
Já tenho uma ideia concebida do projecto, sim. Não filtrei, apenas destaquei algo que encontrei e encontro recorrentemente no diálogo dentro do movimento, a qual continuo a adjectivar de sonhos, sim...

Para acabar com esta polémica, e adjectivação tendenciosa, infundada e desinformada, em relação ao Projecto de Vénus e sua credibilidade deves: (...) Se não desejas, isso fica ao teu critério, e espelha a tua vontade.
Volto a escrever. Já lá fui e variadíssimas vezes, durante os últimos anos, mais ou menos regularmente, o mesmo que faço com todos os movimentos que sigo à distância. Se achas que é tendenciosa, infundada e desinformada, então aconselho uma leitura dos mesmos mais desprendida dos sentimentos que te acompanham... talvez dessa forma te ajude a ser mais "tolerante" perante uma visão diferente da que tu tens:
"A conotação ficará dependente de quem lê e como interpreta as ideias sonhadas, e por muito que se possa dizer que isso é erro de interpretação do leitor, o erro, na sua essência, ficará dividido em iguais partes entre leitor e escritor... porque até prova em contrário o leitor pode e deve criticar se achar que existem motivos para tal."

Esse é exactamente o objectivo do Movimento Zeitgeist. Espalhar informação sobre os problemas, estimular o pensamento crítico em relação a quaisquer informações (incluindo as que disponibilizamos), criar massa critica em relação aos atributos destrutivos do sistema actual, para uma exigência consensual e racional de mudança de paradigma, e sugerir o Projecto Vénus (que de momento é o que aborda a causa dos problemas) como um exemplo de um modelo a ser implementado, e não como obrigação. O Projecto Vénus não é fixo, devido à sua metodologia científica, e como nós filosófica e fisicamente estamos sempre em transição, poderá acompanhar essa dinâmica em todos os níveis.
Quero reiterar aqui a tua posição pseudo-céptica, que conjectura uma opinião, sem a procura dessas bem-ditas provas.

"(...)ando a tentar encontrar respostas a essas questões. Algumas tenho encontrado, outras nem por isso... algumas têm bases sólidas, e outras nem por isso... por isso, se me conseguires arranjar informação não toldada por uma forma de pensar que se está a tornar massificante, agradecia."

O Movimento Zeitgeist tem relativamente pouco tempo. Mas tem uma progressão sem precedentes, metodologias e abordagens diferentes (cientifica para questões sociais), e assuntos diferentes de qualquer organização/movimento conhecida. E digo isto porque não vejo ninguém a questionar a viabilidade, necessidade, ou sustentabilidade do sistema monetário, e os consequentes valores insustentáveis e destrutivos. Convido quem quiser a elucidar-me sobre semelhante organização, que aborde esta questão primordial que é a cultura. E pedir provas sobre o que o movimento está a fazer, basta olhares para o número de pessoas que já aderiram ao movimento, e as que mesmo não se juntando, concordam com a direcção, neste espaço de tempo.
Outra coisa que discordo enfaticamente do movimento é essa falta de humildade que de há tempos para cá se apossou de quase todas as suas formas de comunicação. A arrogância e prepotência são muito maus conselheiros e limitadores da forma de pensar, e pior, podem conjugar a formação de algo que no seu âmago poderá vir a ter a tendência de menosprezar\diminuir quem em seus desígnios não acreditar... e esse caminho está retratado vezes sem conta na História com resultados constantemente dramáticos...

Convido-te a inteirares-te sobre os conceitos, porque não é normal, teres visto tudo o que há para ver/ouvir (de material disponibilizado), e ignorares pelo menos a primeira meia-hora (do filme Zeitgeist Moving Forward) de estudos científicos realizados por cientistas independentes do Projecto Vénus, ou Movimento Zeitgeist, e opinares sem provas que refutem o que é apresentado.
Eu não disse ter visto tudo, tenho mais que fazer, ora essa... e volto a frisar já me ter inteirado do projecto...
E já que falas na primeira parte do Z3... ainda me hão-de explicar essa noção expressa de colocarem o tão "sagrado" método cientifico em causa nessa secção... para depois mais tarde ser o mesmo apresentado como a solução para (quase) tudo... (O estudo do ADN foi baseado no método cientifico, correcto? Se não, baseou-se em quê?)

(...)como esperas que eu, ou alguém, leve em consideração as tuas inferências sobre esta temática (Tópico Zeitgeist), tendo uma base argumentativa (premissa "o Homem/natureza-humana é a causa principal dos problemas”) incorrecta?
Afirmação descompassada e extemporânea... incorrecto é pensar que por eu ter um visão contrária à que é advogada pelo movimento ela seja incorrecta. Outros dos erros que é recorrente no movimento, a dificuldade de compreender a latente subjectividade de grande parte das questões que são defendidas com explicações que dão azo a variadíssimas interpretações. Basta fazeres uma pesquisa sobre a matéria que estás a querer realçar e veres com os teus olhos o número de opiniões cientificas que estão em contradição umas com as outras. Diz-me, uma TEORIA é mais verdade só por ter sido aceite pelo movimento?

Eu vou sinceramente pedir-te, para te informares antes de confeccionares juízos sobre algo. Isto porque não estas a informar ninguém, mas sim a desinformar. Eu advogo a liberdade de expressão, pensamento critico, e uma atitude céptica, e nem digo que eu, tu, o Movimento Zeitgeist, o Projecto de Vénus, ou seja lá quem for, que são donos da verdade. Mas eu tento, quando respondo a algum post, ou inicio algum thread, ter a certeza do que falo.
Depois de ler isto, quase me arrependi de ter escrito o primeiro parágrafo... Arrogância, prepotência, deselegância, etc... Com que bases te dás ao direito de fazeres tais juízos? Só porque fazes parte de um movimento em que acreditas (piamente) eu tenho de acreditar nele e nas suas directrizes por vezes pseudo-técnico-cientificas, sob pena de estar mal informado, estar a desinformar, e não saber nada daquilo que estou a falar?!?!?!
Desculpa-me a arrogância... eu também sei ser arrogante!!!
Há mais de 10 anos que estudo, leio e informo-me atenta e aprofundadamente sobre as temáticas presentes no movimento e nos Zs!!!!
Ainda não existiam Zs, nem coisa que tal, já eu há muito questionava e estudava grande parte das coisas que agora o movimento afirma, tipo cavalo de Tróia inchado de prepotência e arrogância, ser o puro defensor do bem contra o mal e que todas as soluções aventadas são as perfeitas porque se baseiam no método científico?!?!? Valha-me Deus, que até a paciência de um monge é arrasada por tal comportamento displicente perante as regras básicas de são comportamento em sociedade!

Talvez isso seja o provável porquê de cada vez mais pessoas catalogarem o movimento com algo que vós afirmam ser o contrário! Já se questionaram sobre o porquê de tal estar a acontecer? Já olharam bem para o umbigo e analisaram bem os porquês?
Humildade, respeito, simplicidade, aceitação da crítica, aceitação de que a verdade é algo mutável e que tanto pode estar do vosso lado como no lado exactamente oposto àquilo que agora pensam ser a verdade... e principalmente nunca vestir a pele de superioridade desmedida perante quem não é dos vossos!
E respeito, sempre respeito pelo próximo... algo que já é quase História no comportamento de uma boa fatia dos seus membros, provavelmente induzido pelo âmago do movimento... e a História conta-nos que palavras bonitas não descrevem futuros seguros...


WurmD

  • pt

  • Registo: 29 Set, 2010
  • Membro: 16631
  • Mensagens: 19
  • Tópicos: 2

  • : 0
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #44 em: Terça, 08 de Fevereiro, 2011 - 16h36 »
Citação de: Ballou
Não concordo com a ideia proposta pelo movimento Z para a destruição do sistema monetário porque defendo uma evolução (imaginária) em simbiose do mesmo, ou um regredir... como lhe desejem chamar. (Tão imaginária como a apresentada como solução pelo movimento)
Usando como exemplo Portugal:
- Apenas 1 banco, sem concorrência, no mercado.
- Banco que será parte integrante do Estado, ou seja, do Zé Povinho.
- Banco que cobrará juros (muito baixos) que reverterão na sua totalidade para o Estado.
- Juros que servirão para investimentos para a sociedade, para além dos impostos cobrados.
- A alteração da lógica funcional da moeda.
- A moeda passar a ter um prazo de validade de, por exemplo, 1 ano. Ou seja, para evitar a acumulação\especulação da mesma. Se o papel de troca não for usado no prazo de validade perde o seu valor.
Novamente para limitar o desentendimento, o Movimento Zeitgeist, não advoga a destruição abrupta, e sim uma transição suave (quando mais melhor).

Não um abolir/destruir, mas um "outgrow the need for".

Ora essa ideia de 1 banco é fantástica para a transição! :D E é um óptimo exemplo de como seremos todos nós a criar a transição de forma dinâmica, e não um plano fixo.
Essa ideia é fantástica para reduzir (mas não eliminar) os problemas actuais que advêm do sistema monetário.
Mais informação (clique para abrir)
Exemplo concreto:
Não é uma reforma monetária, que irá resolver, o porquê de o continente Africano estar na situação de penúria em que está.
A maioria das pessoas que morreram de fome nos últimos 100 anos, não morreram por falta de comida, mas por falta de dinheiro para comprar comida.

Agora a epifania é "porquê parar por aí?" :D
A humanidade não necessita de um sistema de troca indirecta, quando tem a tecnologia, para providenciar as necessidades da vida, sem a servidão hoje vista, criada não pela natureza do homem, mas pelo sistema de valores, reforçado/causado por tal sistema de troca indirecta.

No exemplo concreto da comida:

 - Havendo produção mais que suficiente para alimentar literalmente todos, porquê continuar a trocar por comida? porque continuar a obrigar a todos a ter que trocar por comida (a ter que lutar para arranjar dinheiro para então ir comer?)?
Porque não tornar acessível a todos a comida que cada um tiver vontade/necessidade (já que há capacidade de produção instalada para satisfazer a todos)?

Voltando ao "outgrow the need for". Um bom exemplo é as prisões e polícias.
É dito no PV "numa sociedade projecto Venus não haverão policias e prisões". O que é isto?
 - Isto não é "vamos destruir todas as prisões e despedir todos os polícias";
 - é "vamos concentrar os esforços em perceber a causa motivadora dos crimes, eliminar cada causa, eliminando assim futuros crimes; reduzindo a taxa de criminalidade, passa a ser menos necessário tantas prisões e tantos polícias, diminuindo a sua construção e contratação respectivamente; e assim por diante até a taxa de criminalidade ser tão pequena, e os recursos poupados em prisões e polícias ser tão grande, que já haverá capacidade hospitalar para albergar todos os "criminosos" em hospitais, e tratar todos os "criminosos" como doentes, e perceber a fundo a razão de ser desses poucos crimes remanescentes (tratando-os, eliminando a causa, eliminando futuras ocorrências desse tipo de crimes).




Citação de: Sidonio
Convido-te a inteirares-te sobre os conceitos, porque não é normal, teres visto tudo o que há para ver/ouvir (de material disponibilizado), e ignorares pelo menos a primeira meia-hora (do filme Zeitgeist Moving Forward) de estudos científicos realizados por cientistas independentes do Projecto Vénus, ou Movimento Zeitgeist, e opinares sem provas que refutem o que é apresentado.
Citação de: Ballou
Eu não disse ter visto tudo, tenho mais que fazer, ora essa... e volto a frisar já me ter inteirado do projecto...
E já que falas na primeira parte do Z3... ainda me hão-de explicar essa noção expressa de colocarem o tão "sagrado" método cientifico em causa nessa secção... para depois mais tarde ser o mesmo apresentado como a solução para (quase) tudo... (O estudo do ADN foi baseado no método cientifico, correcto? Se não, baseou-se em quê?)
Na primeira parte do Z3 é exposto as descobertas científicas de como não há correlação significativa causal entre ADN e doenças, nem ADN e comportamento. O que há é uma relação de predisposição e/ou vulnerabilidade
Doenças:
 - De todas as mulheres com cancro da mama, apenas 7% têm o gene do cancro da mama.
 - De todas as mulheres com o gene do cancro da mama, nem todas têm cancro.

Comportamento:
 - Gene da violência - De todas as crianças estudadas, os que tinham o gene da violência, se não sujeitos a buso, tiveram menor incidência de violência que o resto;
 - Gene da inteligência - Ratos sem o gene da inteligência são mais burros quando no mesmo ambiente que os ratos normais; mas ao coloca-los em ambientes estimulantes, superam totalmente essa desvantagem inicial genética.

Na ciência, o conhecimento não regride, ou é apagado por novas descobertas, mas sim continuamente refinado - "A relatividade do errado" http://www.youtube.com/watch?v=2tcOi9a3-B0#ws
O método científico não foi posto em causa na 1ª parte do Z3. Se alguma coisa foi posta em causa, foram conclusões infundadas muito publicitadas no passado ("a genética é soberana e não vale a pena lutar contra ela" "castrem os criminosos para que não espalhem o gene do crime")
E alguém famoso disse "If ever science gets something wrong, the answer is more science, not less" :)


Citação de: Sidonio
(...)como esperas que eu, ou alguém, leve em consideração as tuas inferências sobre esta temática (Tópico Zeitgeist), tendo uma base argumentativa (premissa "o Homem/natureza-humana é a causa principal dos problemas”) incorrecta?
Citação de: ballou
(...) uma pesquisa sobre a matéria que estás a querer realçar [mostra] o número de opiniões cientificas que estão em contradição umas com as outras.
Ora, mas não fundamentaste a tua premissa (links). Se há pesquisas científicas contraditórias fica ao encargo de cada interessado lê-las e decidir qual é a mais provável.


E só para terminar :) uma reposta a um comentário sarcástico já a alguns posts atrás ^_^
Citação de: Sidonio
Nós não temos nenhum messias, mas sim uma metodologia, que até hoje te deu tudo o que tens em casa
Citação de: ballou
Metodologia que me deu tudo o que tenho em casa??????? Até a maçã que estou a trincar neste momento?????? Uma vez mais o Deus-Ex-Machina.
Sim. A produção de comida em escala industrial só é/foi possível devido ao estudo científico por detrás da agricultura.

A sério ballou :), não é um endeusar a ciência, é factual. O q é que nós temos em casa que não adveio do engenho do homem (ciência)? (desde o lápis que permite guardarmos as nossas ideias no papel, até ao carro que nos permite andar mais rápido que nossas pernas)
« Última modificação: Terça, 08 de Fevereiro, 2011 - 17h07 por WurmD »

jamaica

  • pt

  • Registo: 18 Jul, 2010
  • Membro: 15030
  • Mensagens: 89
  • Tópicos: 2

  • : 1
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #45 em: Quarta, 09 de Fevereiro, 2011 - 16h24 »
Pelos vistos, discussão livre é coisa que não existe para os lados dos fanáticos zeitgeistianos..



Nao sei o que esta malta está a espera para a acordar para a vida que o Venus Project e o Movimento Zeitgeist estão a trabalhar na agenda da NWO... triste povo este. Já não sei o que dizer mais, sinceramente, faz-me pena e dá-me nojo ver tanta gente enganada a seguir falsos profetas..

Enfim
Vejam aqui no forum o documentário The Arrivals.

Zeitgeist?
"Be a mature man or woman with the depth-of-character to admit that you've been deceived. You will be respected for your courage and depth of character."

WurmD

  • pt

  • Registo: 29 Set, 2010
  • Membro: 16631
  • Mensagens: 19
  • Tópicos: 2

  • : 0
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #46 em: Quarta, 09 de Fevereiro, 2011 - 16h55 »
Citação
To most people this title will sound like an oxymoron, how could Zeitgeist The Movie benefit the New World Order? (...) This system of disinformation is becoming more frequent now that certain truths (like the 911 and Federal reserve stuff) are already well past their ability to control. So they use them for their own purpose, maby they always intended too. Im not sure.
É exactamente por dúvidas como esta que é praticamente inútil nos focarmos nos problemas, versus nos forcarmos em soluções.
Que é praticamente inútil focarmos na negativa, no "lutar contra", no "protestar contra",  versus o "trabalhar para uma solução concreta".

Alguém disse "O maior inimigo do sistema actual, é uma alternativa que funcione."


PS: Para não falar que "Zeitgeist The Movie" (lançado em 2007) não tem qualquer relação com o Movimento Zeitgeist :lol: (fundado no final de 2008), para além do autor.
"Zeitgeist The Movie" foi uma expressão de raiva contra o sistema, sem apresentar soluções. Mas pelo menos chamou a atenção do velhote Jacque Fresco para o autor Peter Joseph. O Jacque chamou o Peter, mostrou-lhe como "gritar contra o sistema não vai funcionar", "é apresentando soluções que a gente avança"
e então foi feito o "Zeitgeist: Addendum", apresentando uma possível solução ^_^.

A breve história do autor e do movimento zeitgeist http://www.docspt.com/index.php/topic,14093.msg42415.html#msg42415
« Última modificação: Quinta, 10 de Fevereiro, 2011 - 01h11 por WurmD »

0

  • Releaser
  • 00

  • Registo: 06 Nov, 2008
  • Membro: 2750
  • Mensagens: 838
  • Tópicos: 371

  • : 0
  • : 6

Re: Zeitgeist
« Responder #47 em: Quarta, 09 de Fevereiro, 2011 - 21h16 »
Olá WurmD , removi os links do seu comentário por não estar de acordo com o segundo item das Regras da Secção .
Caso queira compartilhar documentários Online existe uma seção especifica para isto e esta aqui .
Conto com sua compreensão .
 

jamaica

  • pt

  • Registo: 18 Jul, 2010
  • Membro: 15030
  • Mensagens: 89
  • Tópicos: 2

  • : 1
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #48 em: Quinta, 10 de Fevereiro, 2011 - 13h09 »

Alguém disse "O maior inimigo do sistema actual, é uma alternativa que funcione."

Se a alternativa a esta sociedade actual chama-se "Nova Ordem Mundial" cuja sociedade irá incluir chips na cabeça, dinheiro virtual e controle total do indivíduo pelo Estado, então muito obrigado mas NÃO!

PS: Para não falar que "Zeitgeist The Movie" (lançado em 2007) não tem qualquer relação com o Movimento Zeitgeist :lol: (fundado no final de 2008), para além do autor.

Bem, esta afirmação então é inacreditável!!  :eek: É mais que óbvio que foi só o ponto catalizador de tudo o que diz respeito ao Movimento Z e ao VP.. negar isto é negar que o céu é azul.  :nah:



O mais engraçado é o uso de censura em vez da discussão livre, mas isso não comentaste.

Eu só queria que parassem um bocado com os dogmas.. e raciocinassem para o facto de, quer queiram quer não, é teoricamente possível que o movimento tenha sido infiltrado.
Vejam aqui no forum o documentário The Arrivals.

Zeitgeist?
"Be a mature man or woman with the depth-of-character to admit that you've been deceived. You will be respected for your courage and depth of character."

jamaica

  • pt

  • Registo: 18 Jul, 2010
  • Membro: 15030
  • Mensagens: 89
  • Tópicos: 2

  • : 1
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #49 em: Terça, 15 de Fevereiro, 2011 - 04h06 »
Mais pessoas a acordar para a realidade:

Citação
nature one
Another thing, i was a sucker for the zietgiest movement until recently found out they have connections with satanists and this is even more convincing if what the arrivals doco says is true when you see zeitgeist’s symbol on their australian home page. http://www.zeitgeistaustralia.org/home/
that one eye symbol was enough for me to unsubscribe from zeitgeist so keep an open mind but definitely be careful of new religions or as they like to call themselves, movements.

Seeing is believing, certo? Vejam por vocês mesmo.. o grande olho-que-tudo-vê, ou The All-Seeing Eye, escarrapachado mesmo no início da página principal:

http://www.zeitgeistaustralia.org/

Pois é.. eu também fui um "sucker for the zietgiest movement", mas felizmente acordei. Quando é que vocês irão acordar?
Vejam aqui no forum o documentário The Arrivals.

Zeitgeist?
"Be a mature man or woman with the depth-of-character to admit that you've been deceived. You will be respected for your courage and depth of character."

Sidonio

  • pt

  • Registo: 04 Fev, 2011
  • Membro: 19361
  • Mensagens: 6
  • Tópicos: 0

  • : 0
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #50 em: Terça, 15 de Fevereiro, 2011 - 13h05 »
0
« Última modificação: Domingo, 23 de Outubro, 2011 - 18h35 por Sidonio »

0

  • Releaser
  • 00

  • Registo: 06 Nov, 2008
  • Membro: 2750
  • Mensagens: 838
  • Tópicos: 371

  • : 0
  • : 6

Re: Zeitgeist
« Responder #51 em: Terça, 15 de Fevereiro, 2011 - 13h46 »
Saudações a todos !
Gostaria de alertar para o uso de links sempre "codificados"  , a função de "codificação" está na barra de funções entre as funções Inserir Citação e Teletipo e é representada pelo simbolo .
Conto com a cooperação de todos .
Mantenham sempre o respeito e a cordialidade , e bom debate !

Sidonio

  • pt

  • Registo: 04 Fev, 2011
  • Membro: 19361
  • Mensagens: 6
  • Tópicos: 0

  • : 0
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #52 em: Terça, 15 de Fevereiro, 2011 - 16h24 »
0
« Última modificação: Domingo, 23 de Outubro, 2011 - 18h35 por Sidonio »

jamaica

  • pt

  • Registo: 18 Jul, 2010
  • Membro: 15030
  • Mensagens: 89
  • Tópicos: 2

  • : 1
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #53 em: Terça, 15 de Fevereiro, 2011 - 19h17 »
E quando dizes que mais pessoas começam a catalogar o movimento, gostava que soubesses que é normal devido ao nosso crescimento

Que arrogância!! As críticas não é devido ao crescimento, mas sim à ideologia que professa:

- Religião Luciferiana == NWO
- Sociedade controlada pelo Estado == NWO

Enfim, mas o caro Sidonio nunca responde aos meus posts... se calhar não consegue responder, dada que é impossível defender que o MZ e o VP são, no seu âmago, as "blueprints" para a Nova Ordem Mundial. Se calhar, ao contrário de muitos milhares de zeitgeistianos, o caro Sidonio sabe muito bem ao que vem. Sabe exactamente aquilo que defende, e a quem vai beneficiar a defesa de tais ideias.

Enfim, todos nós temos a nossa opinião, mas para os fanáticos (incluindo aqueles que censuram comentários no youtube) a opinião contrária nunca interessa. Nem sei como é que ainda conseguem argumentar com o ballou, deve ser porque ele não enfia o dedo na ferida e vai ao fundo da questão como eu, ao afirmar sem receios que ZEITGEIST == NWO!

Não acordem os restantes que não é preciso..
Vejam aqui no forum o documentário The Arrivals.

Zeitgeist?
"Be a mature man or woman with the depth-of-character to admit that you've been deceived. You will be respected for your courage and depth of character."

ballou

  • pt

  • Registo: 04 Ago, 2010
  • Membro: 15400
  • Mensagens: 19
  • Tópicos: 0

  • : 0
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #54 em: Quarta, 16 de Fevereiro, 2011 - 16h50 »
Antes de mais… não era para voltar a responder aqui ao WurmD e ao Sidonio porque, exceptuando o último post do WurmD, quase todas as respostas que me foram dirigidas vieram, na minha opinião, demasiado toldadas de frases feitas de dentro do movimento e com muito pouco sumo, para além de variadíssimas deselegâncias presentes na forma e formato da retórica exposta por estes dois intervenientes.

Gostava de salientar as qualidade do último post do WurmD em resposta a algumas das minhas questões, post que foi exposto de forma aberta ao debate e discussão, onde, digo eu, faltou apenas um retractar pessoal de algumas frases as quais considero e considerei demasiado deselegantes, o que me levou e leva a concluir, talvez injustamente, mas como não tenho provas em contrário, ter sido apenas um evoluir positivamente em esforço e não um desejo real de evoluir para uma discussão aberta e sem fronteiras… daí o meu silêncio perante ela (até agora)

Escrito isto…

WurmD:


Novamente para limitar o desentendimento, o Movimento Zeitgeist, não advoga a destruição abrupta, e sim uma transição suave (quando mais melhor).
Não um abolir/destruir, mas um "outgrow the need for".


Ainda não conseguiste compreender que a minha definição de “destruição” não está dependente da retórica positiva presente no movimento, mas sim da falta de abordagem do movimento às necessárias etapas de transição para se chegar até ao advogado. Enquanto não forem abordadas e estudas as etapas de transição, para mim será sempre um evoluir em destruição porque, à falta de estudos das etapas de transição, será sempre uma ruptura abrupta, e quase todas a rupturas abrutas conduzem invariavelmente à destruição, seja através de violência ou por abandono.

Agora a epifania é "porquê parar por aí?" A humanidade não necessita de um sistema de troca indirecta, quando tem a tecnologia, para providenciar as necessidades da vida, sem a servidão hoje vista, criada não pela natureza do homem, mas pelo sistema de valores, reforçado/causado por tal sistema de troca indirecta.

Estou quase totalmente de acordo com o que escreveste, mas não o posso defender porque faltam as análises e os estudo das etapas de transição até se poder “sonhar” com tal objectivo. Porque quem nos diz a nós que depois de estudadas e analisadas as etapas de transição o formato, tal como está hoje em dia a ideia sonhada, não tenha de ser revisto de modo a tornar as fases de transição menos danosas para o mundo?
Não consigo defender um fim sem saber quais irão ser os meios…


Voltando ao "outgrow the need for". Um bom exemplo é as prisões e polícias.
É dito no PV "numa sociedade projecto Venus não haverão policias e prisões". O que é isto?
 - Isto não é "vamos destruir todas as prisões e despedir todos os polícias";
 - é "vamos concentrar os esforços em perceber a causa motivadora dos crimes, eliminar cada causa, eliminando assim futuros crimes; reduzindo a taxa de criminalidade, passa a ser menos necessário tantas prisões e tantos polícias, diminuindo a sua construção e contratação respectivamente; e assim por diante até a taxa de criminalidade ser tão pequena, e os recursos poupados em prisões e polícias ser tão grande, que já haverá capacidade hospitalar para albergar todos os "criminosos" em hospitais, e tratar todos os "criminosos" como doentes, e perceber a fundo a razão de ser desses poucos crimes remanescentes (tratando-os, eliminando a causa, eliminando futuras ocorrências desse tipo de crimes).


Como? Como será criada a transição? Na Noruega as prisões não têm paredes, nem grades, e o sistema funciona… mas onde é que está a abordagem do movimento a estas questões? Quais serão os danos criados pela transformação de um sistema para outro? Onde estão esses estudos, porque sem eles podem estar a advogar algo que poderá funcionar exactamente oposto àquilo que pensam ir ser o resultado final…



Na primeira parte do Z3 é exposto as descobertas científicas de como não há correlação significativa causal entre ADN e doenças, nem ADN e comportamento. O que há é uma relação de predisposição e/ou vulnerabilidade
Doenças:
 - De todas as mulheres com cancro da mama, apenas 7% têm o gene do cancro da mama.
 - De todas as mulheres com o gene do cancro da mama, nem todas têm cancro.


Portanto, o que se pode e, digo eu, se deve retirar daqui é que o método científico é falível, porque está dependente da análise de homens que são falíveis. Para mim, se tal é falível, não vou certamente colocar todas as minhas fichas nessa solução porque sei que irei perder tantas ou mais vezes do que as que irei ganhar. Como tal, nunca, sobre premissa alguma, irei alguma vez colocar toda a minha fé numa solução hipotética que não é e muito dificilmente virá alguma vez a ser infalível.
E claro que a melhor resposta para um falhanço da ciência são mais estudos sobre esse problema, mas quem assumir a ciência como a solução final estará quase de certeza a enganar-se a si próprio porque a Natureza é que é a verdadeira rainha da ciência exequível.


Ora, mas não fundamentaste a tua premissa (links). Se há pesquisas científicas contraditórias fica ao encargo de cada interessado lê-las e decidir qual é a mais provável.

Sim é verdade que disponibilizei poucos links, mas atenção que a aparente pouca informação que disponibilizei já merecia, digo eu, uma análise mais atenta.
Por isso vou disponibilizar apenas mais uns links: (Recentes, das últimas semanas… a minha base de dados pessoal está sempre em renovação, e nem quis ter de passar a pente fino os links que tenho depositado no meu blogue, aí talvez desse para encher aqui uma página)

http://www.rsc.org/chemistryworld/Issues/2011/January/CriticalThinking.asp

http://search.japantimes.co.jp/cgi-bin/nn20110216a2.html

http://www.bloomberg.com/news/2011-01-26/green-energy-future-looks-black-as-recession-bites-davos-diary.html

Os problemas expostos nestes links podem e poderão colocar em causa muita da tecnologia necessária para o desenvolvimento do projecto, a não ser que no movimento abordem tais questões evitando pensar que por haver a tecnologia, muita da qual ainda experimental, a solução está encontrada. Uma vez mais tive dificuldade em compreender onde estão as etapas de transição, se é que existem.
Se não abordarem estas limitações poderão estar apenas a trabalhar em prol de 1% da população mundial, porque poderá não existir matéria-prima para acolher todos dentro do ideal sonhado. Até que tal seja abordado e analisada de forma profunda, séria e desprendida, a minha posição perante as ideias sonhadas do movimento continuarão a ser as mesmas.

Sim. A produção de comida em escala industrial só é/foi possível devido ao estudo científico por detrás da agricultura.

É verdade, lol, mas também é verdade, cá deste lado, que a maioria da fruta e vegetais que são consumidos vêm da quintinha dos papás ;).


Sidonio:

Foi te pedido para acederes ao nosso server, na plataforma teamspeak, para ter uma conversa mais fluida, mas recusaste. Querias audiência e ignoraste o facto de não ser esta a melhor forma de comunicação para uma discussão.

Peço desculpa… se não sabes abordar a plataforma em que estás a escrever, então treina, e até lá evita fazeres juízos de valor, pois irás usualmente incorrer em análises toldadas pelos teus desejos. Recusei, recuso e irei continuar a recusar porque esta conversa é, para mim, muito mais válida fora do movimento do que fechada nele… isso é algo que vós, que fazem parte dele, deveis ter entre vós.

Não viste tudo, mas já te inteiraste do Projecto ... Ok.

Hmmm… não estás a querer afirmar que eu tenho de ver tudo o que disse\diz\faz\fez o movimento para ter direito a uma opinião, pois não?

O que fiz foi apenas por outras palavras dizer que se não sabes, procuras, perguntas e não fazes juizos sem suporte. Não me forneceste nada concreto e credivel para as alegações que desferiste, e esse comportamento, não é ceptico, é pseudo-ceptico. Não sei ao que estas habituado, mas eu forneci-te links com estudos cientificos e palestras.

Volto a escrever… que direito te assiste de me intitulares de mal informado, que não me informo nem me procuro informar, que faço juízos sem suporte e que tenho um comportamento pseudo-céptico?
Usando as mesmas premissas e adjectivação que usaste para conotar a minha forma de estar nesta conversa, posso dizer que só usaste quase exclusivamente arrogância no diálogo, o que limita em muito a abordagem deste lado perante tal forma de estar, que a informação que me forneceste foi sempre toldada pelo âmago do movimento, quando te pedi informação de fora do movimento que a justificasse e a tornasse mais credível porque grande parte dos estudos científicos que apresentaste não passam de teorias, e teorias há muitas, e eu não cinjo a minha forma de pensar àquela que mais me convém…

Se queres saber, existem pessoas razoáveis e sensatas nos blogs, e vou dar aqui um exemplo:

Faz um exercício… pega nas vezes que escrevi nesta thread e verifica quantas perguntas eu fiz que ficaram sem resposta… Não queres que eu tenha de fazer uma listinha com citações minhas, pois não? Acho que leste tudo o que por aqui escrevi… Isto para teres um exemplo de como deves abordar alguém ou alguma temática contrária às tuas convicções, para a próxima.

Eu podia ter tido outra abordagem (ex: não-violenta) mas não tive, que de certo modo foi devido à tua postura acritica, e arrogante desde o inicio. Mas estou a tentar aprender a lidar com situações semelhantes a esta, e a corrigir-me.


Portanto a minha arrogância, que foi e é real em grande parte das minhas respostas, não foi motivada por respostas às minhas perguntas em forma arrogante e deselegante, apenas e só porque eu sou arrogante no meu âmago? Mais um belo exemplo de latente arrogância e juízos de valor toldados por uma forma de estar que, ao contrário daquilo que dizes estar a treinar, revela exactamente o oposto.

E quando dizes que mais pessoas começam a catalogar o movimento, gostava que soubesses que é normal devido ao nosso crescimento, e que se em vez de catalogarem como fizeste até agora, apresentarem questões pertinentes e intelectuais da forma que o autor do blog fornecido no link em cima expos, serão sempre bem recebidas as criticas/questões, e respondidas com a mesma cordialidade.

Uma vez mais uma forma simplista e facilitista de analisar as críticas! Portanto, posso concluir que todos os que apresentem críticas em relação ao movimento estão a ficar ciumentos, ou fazem-no porque está a ficar na “moda” malhar no movimento, exceptuando aqueles que o fazem em forma de uma exposição em listinha de perguntas?
Sabes, esse renegar das criticas em respostas e análises simplistas é muito mau sinal… um encontrar os culpados mais fáceis… é algo que poderá conjurar um desprendimento da realidade… por isso…
Por isso gostava de deixar aqui mais uma deixa que a meu ver deve ser analisado de forma fria e desprendida dentro do movimento, sob pena de poderem estar a fazer análises erradas às suas próprias acções e desejos.
Porque razão é a filosofia social de Markx renegada veementemente dentro do movimento?
Sabes, a filosofia social mais parecida com a advogada pelo movimento é a de Markx, e isso só será um estigma se não analisarem os efeitos positivos e negativos que ela teve no mundo real, sob pena de se voltar a cometer os mesmos erros do passado… a História é a nossa melhor amiga quando se a usa para melhorar as nossas ideias e servir de balizamento aos nossos ideais de forma que tudo isso não seja apenas… uma demagogia…

Não vou tão cedo voltar a este tema… sim, infelizmente tenho de dar uma fuga para a frente, primeiro porque o que se passa no movimento não é uma prioridade na minha vida, depois porque o tempo disponível não abunda e por fim porque ainda estou na mesma como comecei… tive direito a muita arrogância, à qual respondi na mesma medida, a muitas palavras, frases e ideias feitas, e a discussão e evolução do meu entendimento pessoal evoluiu muito pouco, mesmo muito pouco para tanta palavra que escrevi por aqui… quer dizer, posso mesmo dizer que ainda fiquei mais longe do movimento...

Voltarei ao tema caso surja algo de positivo em relação ao mesmo, até lá… adeus.

WurmD

  • pt

  • Registo: 29 Set, 2010
  • Membro: 16631
  • Mensagens: 19
  • Tópicos: 2

  • : 0
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #55 em: Quarta, 16 de Fevereiro, 2011 - 18h33 »
A diferença entre um pseudo-céptico e um céptico é que um pseudo-céptico faz julgamento perante suas informações incompletas, e o céptico suspende julgamento até ter todas/mais informações.
Código: [Seleccione]
http://en.wikipedia.org/wiki/Pseudoskepticism#Pseudoskepticism
Uma opinião não/mal-informada é danosa para quem a faz (quem a faz tende a parar o raciocínio por aí, 'já chegou a conclusão')
e se o ouvinte não a souber reconhecer como opinião não/mal-informada, é danosa para quem a ouve (desentendimento e desperdício de tempo de conversa até se reconhecer aonde está o desentendimento)


A transição. O que é a transição? Já estamos em alguma transição hoje.
Ninguém é profeta. A única certeza que se pode ter é que "Os próximos 20 anos serão radicalmente diferentes dos passados 20 anos". :)

Sendo o futuro imprevisível, e o Projecto orgânico, à nossa escolha fica apenas "Que método usar para lidar com o futuro?" :)
A ciência falha, mas... o que é que falha menos que a ciência? :D
Se não usarmos a ciência para lidar com o futuro, usamos o quê? :)


E de volta ao exemplo da casa: "Manter uma casa desactualizada ou Construir+Manter casa actualizada?"
É preciso medir/estudar o custo de ambas as opções, (falta-me links :|)
mas a lógica não se prende com a escala, deve-se fazer o que for sustentável e menos custoso, especialmente à escala mundial.
« Última modificação: Quarta, 16 de Fevereiro, 2011 - 18h48 por WurmD »

0

  • Releaser
  • 00

  • Registo: 06 Nov, 2008
  • Membro: 2750
  • Mensagens: 838
  • Tópicos: 371

  • : 0
  • : 6

Re: Zeitgeist
« Responder #56 em: Quarta, 16 de Fevereiro, 2011 - 18h43 »
Saudações a todos !
Gostaria de alertar para o uso de links sempre "codificados"  , a função de "codificação" está na barra de funções entre as funções Inserir Citação e Teletipo e é representada pelo simbolo .
Conto com a cooperação de todos .

Sidonio

  • pt

  • Registo: 04 Fev, 2011
  • Membro: 19361
  • Mensagens: 6
  • Tópicos: 0

  • : 0
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #57 em: Quarta, 16 de Fevereiro, 2011 - 19h30 »
0
« Última modificação: Domingo, 23 de Outubro, 2011 - 18h35 por Sidonio »

zegabriel

  • Releaser
  • Postador de Legendas
  • br

  • Registo: 04 Ago, 2009
  • Membro: 7209
  • Mensagens: 870
  • Tópicos: 313

  • : 0
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #58 em: Segunda, 14 de Novembro, 2011 - 22h19 »
Tópico criado para debater questões relacionadas ao movimento zeitgeist e compartlhar videos.

Começarei com um video em que o Peter Joseph fala sobre a acupação em Wall Street e no mundo.

Mensagem de Peter Joseph ao Ocupar Wall Street & Mundo legendado em [CC]

http://www.youtube.com/watch?v=igGGivft0tg#


"Mais crimes são cometidos em nome da obediência do que da desobediência. O perigo real são as pessoas que obedecem cegamente qualquer autoridade" (Banksy)

zegabriel

  • Releaser
  • Postador de Legendas
  • br

  • Registo: 04 Ago, 2009
  • Membro: 7209
  • Mensagens: 870
  • Tópicos: 313

  • : 0
  • : 0

Re: Zeitgeist
« Responder #59 em: Segunda, 14 de Novembro, 2011 - 23h04 »
Nossa agora q eu vi Ibbins q já tinha o tópico para discutir sobre o movimento, se algum moderador quiser pode mover esse topico para o ''Zeitgeist''
"Mais crimes são cometidos em nome da obediência do que da desobediência. O perigo real são as pessoas que obedecem cegamente qualquer autoridade" (Banksy)

Tags: