Mensagens recentes

Páginas: 1 2 3 ... 20
1
Bolsonaro chama nordestinos de analfabetos e sem cultura em live
Lula (PT) teve vantagem no primeiro turno entre os nordestinos, campanha de Bolsonaro precisa atrair as pessoas da região

https://jornalistaslivres.org/bolsonaro-chama-nordestinos-de-analfabetos-e-sem-cultura-em-live/

De acordo com Leonardo Sakamoto do UOL:

"O mais irônico é que a realidade das urnas contradiz Bolsonaro. O presidente ganhou 1,3 milhão de votos no Nordeste em comparação à sua votação de 2018. Lula, por outro lado, teve uma votação 23 pontos maior que a de Haddad naquele ano no Sudeste e 17 pontos maior que a dele no Sul."

https://noticias.uol.com.br/colunas/leonardo-sakamoto/2022/10/06/bolsonaro-tenta-votos-no-nordeste-chamando-povo-de-burro-por-votar-em-lula.htm
2
Documentários online / Re: Eric Clapton: Life in 12 Bars (2017)
« Última mensagem por JosF em Ontem às 19:31 »
Seria possível actualizar a ligação?
3
Traduções livres / Medieval Lives - Birth, Marriage, Death (2012) - VitDoc
« Última mensagem por VitDoc em Ontem às 15:14 »
Medieval Lives - Birth, Marriage, Death



[imdb]

Citar
Série em que a historiadora e escritora Helen Castor explora como as pessoas da Idade Média lidaram com os momentos mais fundamentais de transição na vida: o nascimento, o casamento e a morte.

Um Bom Nascimento

Para as mulheres medievais que se aproximavam do momento do parto, não havia antissépticos para evitar infecções ou anestésicos para aliviar a dor. A historiadora Helen Castor revela como este era um dos momentos mais perigosos com que uma mulher medieval precisaria lidar, inclusive com algumas mulheres aristocráticas e da realeza dando à luz com apenas 13 anos. O nascimento ocorria num ambiente exclusivamente feminino e o mundo masculino da medicina era de pouca ajuda para uma mulher em trabalho de parto. Acreditava-se que as dores do parto eram um castigo pelo pecado original da Humanidade - assim, para as superar, uma grávida precisaria da ajuda dos santos e da bênção do próprio Deus.

Um Bom Casamento

Ao contrário do nascimento e da morte, que são fatos incontornáveis da vida, o casamento é um rito de passagem feito por escolha e, na Idade Média, não era apenas uma escolha feita pelos noivos - muitas vezes eram as principais peças de um quebra-cabeça, arranjado pelos pais, com a ajuda da família e dos amigos, de acordo com as regras estabelecidas pela Igreja.

Uma Boa Morte

Na maioria das vezes, tentamos não pensar na morte, mas as pessoas da Idade Média não tinham esse luxo. A morte estava sempre por perto, para jovens e idosos, ricos e pobres, mesmo antes dos horrores da Peste Negra, que matou milhões em poucos meses. No entanto, para as pessoas da Idade Média, a morte não era um fim, mas uma porta para a vida eterna. A Igreja ensinou que uma eternidade passada no Céu ou no Inferno era muito mais importante do que as realizações efêmeras desta vida e que havia muitas coisas que as pessoas poderiam fazer para se preparar para a vida após a morte.
4
Traduções docsPT / [#313] The Fatwa - Salman's Story - VitDoc
« Última mensagem por VitDoc em Quarta, 05 de Outubro, 2022 - 23h00 »
Fátua: A História de Salman
Religião/Literatura/Político-social/Salman Rushdie



[bbc]

   
:arrow: Documentário no docsPT aqui.



Linhas: 1258
Tradução: Do inglês
Ano: 2012
Narração: Alan Yentob
Realização: Alan Yentob
Produção: Jill Nicholls
Número de episódios: 1
Idioma: Inglês
Sincronizado para a release: MVGroup HDTV 576p
Data da release: 05/10/2022
Género:  Religião/Literatura/Político-social/Salman Rushdie


Citar
Salman Rushdie, autor de "Os Versos Satânicos", conta pela primeira vez a história de como se sentiu ao ser condenado à morte pelo aiatolá Khomeini, em 1989, e passar a década seguinte na clandestinidade. Para coincidir com a publicação do novo livro de Rushdie sobre aquela época, Alan Yentob teve acesso exclusivo ao autor e aos guarda-costas que viveram com ele. Amigos e escritores como Ian McEwan e Hanif Kureshi falam francamente, assim como a irmã, a ex-mulher e os filhos de Rushdie.


Nota: Antes de fazer download das legendas ler este tópico.
5
FHC anuncia apoio a Lula no segundo turno
"Neste segundo turno voto por uma história de luta pela democracia e inclusão social. Voto em Luiz Inácio Lula da Silva", disse o tucano. Na véspera, PSDB liberou diretórios para apoiarem o petista ou Jair Bolsonaro (PL).

https://g1.globo.com/politica/eleicoes/2022/noticia/2022/10/05/fhc-anuncia-apoio-a-lula-no-segundo-turno.ghtml



e o plano para Lula sair e Geraldo Alckmin virar o presidente se desenrola ardilosamente, ele assim não precisa ser candidato e terminar em resultado catastrófico ... faltou misteriosamente nessa eleição o candidato dos interesses externos e da máquina subalterna aos mercados financeiros mundiais ... ele estava calado, embaixo do braço de Lula.
6
e de novo a culpa de Lula ter ficado em 1º foi do nordeste, e a culpa do Lula não ganhar no 1º turno também, pois aqui teve muito voto para Bolsonaro ... sou um defensor de que existe um esquema para fraudar a urna eletrônica e que Bolsonaro teve muito mais votos no nordeste do que o resultado informa, temos que aturar os bolsonaristas e suas carreatas intermináveis com poluição sonora e a defesa de um governo falido e extremamente poluidor da estrutura social, aturar as viúvas do lula e seu eterno retorno, na minha visão mais perto de um retorno para a cadeia, e agora a interferência dos EUA.

e de fato um está defendendo seu interesse no condomínio fechado no RJ e o outro em seu triplex em SP ...

#nordesteindependente
#osulémeupaís



Nordestinos sofrem com xenofobia após resultado das eleições presidenciais
A região deu a Lula 12,9 milhões de votos a mais em relação a Jair Bolsonaro e, sem os nordestinos, o petista teria ficado em segundo lugar

https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2022/10/03/interna_politica,1402277/nordestinos-sofrem-com-xenofobia-apos-resultado-das-eleicoes-presidenciais.shtml
7
Discussão geral / Senado dos EUA aprova resolução de romper relação com o Brasil em caso de golpe
« Última mensagem por feliphex em Quarta, 05 de Outubro, 2022 - 16h45 »
Senado dos EUA aprova recomendação de romper relação com o Brasil em caso de golpe

Mariana Sanches - @mariana_sanches
Da BBC News Brasil em Washington
28 setembro 2022

https://www.bbc.com/portuguese/brasil-63070321

O Senado dos Estados Unidos aprovou por unanimidade, na noite desta quarta-feira (28/9), uma resolução apresentada pelo senador Bernie Sanders e outros cinco senadores democratas para defender a democracia no Brasil.

Em sua defesa da medida, no plenário do Senado, Sanders afirmou que o texto não era favorável a qualquer candidato e sim favorável ao rompimento de relações e assistência militar entre países em caso de um golpe.

"Não estamos tomando lado na eleição brasileira, o que estamos fazendo é expressar o consenso do Senado de que o governo dos EUA deve deixar inequivocamente claro que a continuidade da relação entre Brasil e EUA depende do compromisso do governo do Brasil com democracia e direitos humanos."

"O governo Biden deve deixar claro que os Estados Unidos não apoiam nenhum governo que chegue ao poder ao Brasil por meios não democráticos e assegurar que a assistência militar é condicional à democracia e transição pacífica de poder", afirmou Sanders.

A medida não contava com apoio declarado de nenhum republicano, mas, pelas regras da Câmara Alta, se nenhum senador objeta a um texto de resolução, ele é aprovado por unanimidade na casa.

A aprovação acontece a apenas 4 dias da eleição presidencial no Brasil e após repetidas acusações, sem provas, do presidente Jair Bolsonaro (PL) de que o sistema eleitoral brasileiro não é seguro e de que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é "parcial". De acordo com as pesquisas eleitorais, Bolsonaro, que tenta a reeleição, está atualmente atrás de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

"É imperativo que o Senado dos EUA deixe claro por meio desta resolução que apoiamos a democracia no Brasil", disse Sanders.

"Seria inaceitável que os EUA reconhecessem um governo que chegou ao poder de forma não democrática e enviaria uma mensagem horrível para o mundo inteiro. É importante que o povo brasileiro saiba que estamos do lado deles, do lado da democracia. Com a aprovação desta resolução, estamos enviando essa mensagem."

A BBC News Brasil entrou em contato com o Planalto, o Itamaraty e a Embaixada do Brasil em Washington. Os dois primeiros não responderam à reportagem. Já a Embaixada, em nota, afirmou que "não compete à embaixada emitir comentários sobre resoluções do Poder Legislativo do país junto ao qual está acreditada".

"É a primeira vez em muitas décadas que vemos esse tipo de resolução em relação ao Brasil. Isso não aconteceu nem mesmo durante a ditadura militar", afirmou James Green, historiador da Brown University e presidente do Washington Brazil Institute.

A resolução é a última sinalização de autoridades americanas que iniciaram há alguns meses um movimento contínuo e constante de expressar preocupação com a situação política no Brasil. Apenas esta semana houve ao menos outras duas manifestações públicas.

Na segunda-feira (26/9), o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, disse à BBC News Brasil que "como parceiro democrático, os EUA acompanharão as eleições de outubro com grande interesse".

"Esperamos que as eleições sejam conduzidas de maneira livre, justa e confiável, uma prova da força duradoura da democracia brasileira", acrescentou.

Na terça, apenas seis dias antes de os brasileiros irem às urnas, a porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, afirmou em coletiva de imprensa que os americanos "monitorariam" a eleição no domingo e expressou preocupação com a escalada de violência política nas ruas.

"Os EUA condenam a violência e pedem que os brasileiros façam suas vozes serem ouvidas de maneira pacífica", afirmou Jean-Pierre.

Para a cientista política e ex-assessora legislativa no Congresso dos EUA, Beatriz Rey, o movimento é "mais um endosso político para as ações que tanto a Casa Branca quanto o Departamento de Estado já vem tomando".

A expectativa é que os EUA reconheçam o resultado da urna o mais rapidamente possível após o anúncio do vencedor pelo TSE, no próximo domingo ou no dia 30 de outubro, em caso de segundo turno.

A resolução foi apresentação pelos senadores Bernie Sanders, Tim Kaine, chefe do subcomitê de Relações Exteriores do Congresso para o Hemisfério Ocidental; Patrick Leahy, Jeff Merkley, Richard Blumenthal e Elizabeth Warren.
8
Discussão geral / Dinamarca e Alemanha estão construindo o túnel imerso mais longo do mundo - News
« Última mensagem por feliphex em Terça, 04 de Outubro, 2022 - 18h05 »
Dinamarca e Alemanha estão construindo o túnel imerso mais longo do mundo.

Passagem irá combinar rodovia e ferrovia e deve reduzir tempo de viagem entre Copenhague e Hamburgo quase pela metade


Jacopo Priscoda CNN
20/09/2022

completo com fotos: https://viagemegastronomia.cnnbrasil.com.br/curiosidades/dinamarca-e-alemanha-estao-construindo-o-tunel-imerso-mais-longo-do-mundo/

"A título de comparação, o Túnel do Canal da Mancha, que liga a Inglaterra e a França, com 50 quilômetros de extensão e concluído em 1993, custou o equivalente a £ 12 bilhões (cerca de R$ 70,2 bilhões) corrigidos para a moeda atual.

Embora mais longo que o Túnel Fehmarnbelt, o Túnel do Canal da Mancha foi feito usando uma máquina de perfuração, em vez de imergir seções de túnel pré-construídas."

9
Discussão geral / Re: Investigadores apreendem 27 antiguidades gregas e egípcias do Met - Notícia
« Última mensagem por feliphex em Terça, 04 de Outubro, 2022 - 17h37 »
Notícia relacionada:

Nova York devolve milhões em obras de arte roubadas à Itália
São 58 peças com valor estimado de US$ 19 milhões vendidas aos EUA por saqueadores de museus

Da redação | 9 de setembro de 2022 - 11:12

https://portalplanetacultura.com.br/artigos/nova-york-devolve-milhoes-em-obras-de-arte-roubadas-a-italia/
10
Discussão geral / Investigadores apreendem 27 antiguidades gregas e egípcias do Met - Notícia
« Última mensagem por feliphex em Terça, 04 de Outubro, 2022 - 17h34 »
Investigators Seize 27 Greek and Egyptian Antiquities From the Met

The seizures come at a time of increased scrutiny from the Manhattan district attorney’s office over international art crime

Ella Feldman
Daily Correspondent
September 7, 2022


Investigadores apreendem 27 antiguidades gregas e egípcias do Met

As apreensões ocorrem em um momento de maior escrutínio do escritório do promotor distrital de Manhattan sobre crimes internacionais de arte

Um copo de terracota de 490 AEC, uma cabeça de mármore da deusa grega Atena e fragmentos de linho pintados estão entre as 27 antiguidades que viajarão de volta à Itália e ao Egito depois que os investigadores as apreenderam do Metropolitan Museum of Art de Nova York, afirmando que o objetos foram saqueados. Recolhidos do museu sob três mandados de busca separados nos últimos seis meses, os artefatos serão devolvidos aos seus países de origem – 21 à Itália; seis para o Egito—nas próximas cerimônias de repatriação.

Essas apreensões ocorrem em um momento de maior escrutínio de investigadores que investigam o contrabando internacional de arte. O escritório do promotor distrital de Manhattan obteve nove mandados para apreender objetos do Met desde 2017, de acordo com o repórter do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ) Spencer Woodman e a repórter Malia Politzer do Finance Uncovered.

“O ritmo está aumentando”, disse Matthew Bogdanos, promotor assistente do distrito de Manhattan que lidera a unidade de tráfico de antiguidades que orquestrou as apreensões do Met, ao ICIJ sobre o trabalho de seu escritório. “Espero que isso pegue mais.”

O copo de terracota, chamado kylix, está avaliado em US$ 1,2 milhão. O Met o comprou em 1979 de uma galeria administrada pelo italiano Gianfranco Becchina, que começou a negociar antiguidades na década de 1970 e foi investigado pela primeira vez pelo governo italiano por práticas ilegais em 2001. No total, oito dos objetos apreendidos do Met foram adquiridos diretamente de Becchina, de acordo com o escritório do promotor público de Manhattan.

Em um comunicado, um porta-voz do Met disse que o museu é “líder no campo na revisão abrangente de assuntos individuais e devolveu muitas peças com base em uma revisão completa – muitas vezes em parceria com autoridades policiais e especialistas externos”.

“As normas de coleta mudaram significativamente”, diz o comunicado, “e as políticas e procedimentos do Met a esse respeito estão sob constante revisão nos últimos 20 anos”.

Nem todos concordam com esse enquadramento. Alguns especialistas dizem que o Met deveria ter alocado recursos para iniciar o processo de investigação e repatriação por conta própria.

Falando com os repórteres do New York Times Tom Mashberg e Graham Bowley, Derek Fincham, professor da South Texas College of Law, diz que o museu deveria ter examinado seus objetos mais detalhadamente antes que a polícia interviesse. “As melhores instituições tratam suas coleções como parte da confiança pública e pesquisam seriamente a história e a aquisição de sua coleção”, diz Finchman, especialista em bens culturais.

“Os números estão aumentando rapidamente”, disse Tess Davis, diretora executiva da Antiquities Coalition, ao ICIJ sobre os itens que as autoridades apreenderam do Met. Sua organização defende a repatriação de objetos culturais. “Em que outro contexto você poderia fazer manchetes com tanta frequência por manter propriedade roubada e não enfrentar nenhuma consequência?”

Um dos objetos egípcios apreendidos mais notáveis ??é a “Dama com Manto Azul”, um retrato de uma mulher avaliada em mais de US$ 1,2 milhão. Os objetos serão incluídos em duas cerimônias de repatriação, uma com a Itália e outra com o Egito, que devem acontecer dentro de uma semana, disse um porta-voz do promotor público de Manhattan, Alvin Bragg, à CNN.

O Met já passou pelo processo de repatriação antes. Em 2019, o museu concordou em devolver um caixão com bainha dourada saqueado do primeiro século a.C. Para o Egito. A promotoria diz que cinco dos artefatos egípcios apreendidos este ano foram obtidos pelo museu da mesma rede de saqueadores, segundo o Times. Em 2021, em meio a uma onda internacional de repatriações focadas em artefatos do Benin, o Met devolveu duas placas de latão do século XVI à Nigéria. No mês passado, eles devolveram dois objetos roubados ao Nepal. (No início deste ano, o Museu Nacional de Arte Africana do Smithsonian anunciou que devolveria seus próprios Bronzes do Benin.)

Enquanto isso, autoridades cambojanas pressionam o Met a devolver antiguidades Khmer que acreditam terem sido saqueadas. Eles pediram o mesmo para instituições britânicas proeminentes.

link original com fotos: https://www.smithsonianmag.com/smart-news/investigators-seize-27-greek-and-egyptian-antiquities-from-the-met-180980705/



Bônus:

FBI devolve à Itália mosaico romano de 2.000 anos

Alaa Elassarda CNN

04/09/2022

Obra de arte estava armazenada em paletes mantidos em Los Angeles desde a década de 1980
https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/fbi-devolve-a-italia-mosaico-romano-de-2-000-anos/



EUA devolvem para Líbia obras roubadas com mais de 2 mil anos e que estavam expostas em NY

14-04-2022 às 09:42
Vitor Paiva

https://www.hypeness.com.br/2022/04/eua-devolvem-para-libia-obras-roubadas-com-mais-de-2-mil-anos-e-que-estavam-expostas-em-ny/
Páginas: 1 2 3 ... 20