Autor Tópico: Clássicos da Sociologia (2010)  (Lido 2819 vezes)

0 Membros e 1 visitante estão a ver este tópico.

Gor

  • Doador
  • pt

  • Registo: 28 Nov, 2009
  • Membro: 9659
  • Mensagens: 758
  • Tópicos: 407

  • : 0
  • : 5

Clássicos da Sociologia (2010)
« em: Terça, 17 de Janeiro, 2012 - 04h19 »
Clássicos da Sociologia
Univesp TV UNESP

[wikipedia]


Citar
Maximilian Carl Emil Weber
(Erfurt, 21 de Abril de 1864 — Munique, 14 de Junho de 1920) foi um intelectual alemão, jurista, economista e considerado um dos fundadores da Sociologia. Seu irmão foi o também famoso
sociólogo e economista Alfred Weber. A esposa de Max Weber, Marianne Weber,
biógrafa do marido, foi uma das alunas pioneiras na universidade alemã e
integrava grupos feministas de seu tempo.
É considerado um dos fundadores do estudo moderno da sociologia, mas sua
influência também pode ser sentida na economia, na filosofia, no direito, na
ciência política e na administração.

http://www.youtube.com/watch?v=TgtlQUoVIWI#

147,57 MB   

flv

:br:

17m24s


Download:

[mu]
Código: [Selecionar]
http://www.megaupload.com/?d=GER328PO
« Última modificação: Quinta, 19 de Janeiro, 2012 - 06h14 por Gor »
Gor

Gor

  • Doador
  • pt

  • Registo: 28 Nov, 2009
  • Membro: 9659
  • Mensagens: 758
  • Tópicos: 407

  • : 0
  • : 5

Re: Clássicos da Sociologia (2010)
« Resposta #1 em: Terça, 17 de Janeiro, 2012 - 20h20 »
Clássicos da Sociologia: Durkheim
UNESP/Univesp TV


Citar
Introdução à vida e obra de Émile Durkheim.

[wikipedia]

Citar
Émile Durkheim (Épinal, 15 de abril de 1858 — Paris,
15 de novembro de 1917) é considerado um dos pais da Sociologia
moderna, tendo sido o fundador da escola francesa, posterior
a Marx, que combinava a pesquisa empírica com a teoria
sociológica. É amplamente reconhecido como um dos melhores
teóricos do conceito da coesão social.Partindo da afirmação
de que "os fatos sociais devem ser tratados como coisas",
forneceu uma definição do normal e do patológico aplicada a
cada sociedade, em que o normal seria aquilo que é ao mesmo
tempo obrigatório para o indivíduo e superior a ele, o que
significa que a sociedade e a consciência coletiva são
entidades morais, antes mesmo de terem uma existência tangível.
Essa preponderância da sociedade sobre o indivíduo deve permitir
a realização deste, desde que consiga integrar-se a essa estrutura.

http://www.youtube.com/watch?v=m8KJ4rlALcQ#


Tamanho: 144,48 MB
Tipo: flv
Duração: 17m02s
Áudio:  :br:
D00999.flv
141.09 MB

[mu]
Código: [Selecionar]
http://www.megaupload.com/?d=2YFLPU8D
« Última modificação: Quarta, 18 de Janeiro, 2012 - 00h09 por FragaCampos »
Gor

pp1058

  • br

  • Registo: 23 Jun, 2011
  • Membro: 22299
  • Mensagens: 475
  • Tópicos: 236

  • : 0
  • : 0

Re: Clássicos da Sociologia (2010)
« Resposta #2 em: Domingo, 01 de Setembro, 2013 - 05h35 »
Clássicos da Sociologia: Karl Marx

Programa da disciplina Sociologia da Educação, produzido pela Univesp TV para o curso de Pedagogia Unesp / Univesp
O aspecto sociológico do pensamento de Karl Marx é apresentado com base em entrevista do sociólogo Gabriel Cohn e a caracterização in loco da economia de uma pequena cidade paulista, na qual a situação descrita por Marx no século XIX de alguma maneira se mantém. Na visita à cidade, o sociólogo Antonio Mazzeo aponta essas diferenças e semelhanças.

http://www.youtube.com/watch?v=2DmlHFtTplA#
"O que nós queremos, o que não gostamos, o que pensamos, o que sentimos: tudo é impermanente. As palavras de elogios ou críticas são impermanentes. Todas vêm e vão. Se entendermos isso, não vamos ficar tão desorientados com os dramas da vida cotidiana."
Chagdud Tulku Rinpoche