Autor Tópico: A Sociedade do Consumo e os Perversos: A Crítica Moral ao Individualismo (2013)  (Lido 1417 vezes)

0 Membros e 1 visitante estão a ver este tópico.

pp1058

  • br

  • Registo: 23 Jun, 2011
  • Membro: 22299
  • Mensagens: 475
  • Tópicos: 236

  • : 0
  • : 0

A Sociedade do Consumo e os Perversos: A Crítica Moral ao Individualismo

CAFÉ DE IDEIAS

Citar
Desde os anos 90, vários foram os estudos psicanalíticos que procuraram fazer um diagnóstico das sociedades de consumo utilizando-se da categoria clínica de perversão. A função da afirmação das fantasias como elemento de reconhecimento social, o enfraquecimento dos discursos repressivos em prol de necessidade econômica de afirmação individual do gozo, a pretensa descartabilidade das relações afetivas: todos estes "sintomas" seriam evidência de que nossas sociedades de consumo tenderiam a se organizar a partir de uma lógica de generalização não-problemática de comportamentos perversos. Mas este seria realmente um bom diagnóstico social? Em que tal diagnóstico apenas atualiza a crítica moral ao hedonismo e ao individualismo?

Vladimir Safatle é professor livre docente do Departamento de Filosofia da Universidade de São Paulo. Foi professor visitante das Universidades de Paris VII , Paris VIII, Toulouse e Louvain, além de responsável de seminário no Collège International de Philosophie (Paris). Ele desenvolve pesquisas nas áreas de: epistemologia da psicanálise e da psicologia, desdobramentos da tradição dialética hegeliana na filosofia do século XX e filosofia da música. É um dos coordenadores da International Society of Psychoanalysis and Philosophy.

http://www.youtube.com/watch?v=DNgDvFi3Uv0#

Não é um link válido %s
« Última modificação: Domingo, 22 de Setembro, 2013 - 21h50 por ibbins »
"O que nós queremos, o que não gostamos, o que pensamos, o que sentimos: tudo é impermanente. As palavras de elogios ou críticas são impermanentes. Todas vêm e vão. Se entendermos isso, não vamos ficar tão desorientados com os dramas da vida cotidiana."
Chagdud Tulku Rinpoche

pp1058

  • br

  • Registo: 23 Jun, 2011
  • Membro: 22299
  • Mensagens: 475
  • Tópicos: 236

  • : 0
  • : 0

Re: A sociedade do consumo e os perversos: a crítica moral ao individualismo (2013)
« Resposta #1 em: Domingo, 22 de Setembro, 2013 - 20h40 »
Recomendo bastante a palestra, caso possível assistam.
"O que nós queremos, o que não gostamos, o que pensamos, o que sentimos: tudo é impermanente. As palavras de elogios ou críticas são impermanentes. Todas vêm e vão. Se entendermos isso, não vamos ficar tão desorientados com os dramas da vida cotidiana."
Chagdud Tulku Rinpoche