Autor Tópico: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.  (Lido 2513 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 633
  • Tópicos: 130

  • : 44
  • : 19

Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« em: Quarta, 13 de Fevereiro, 2019 - 01h20 »
Vendo Apocalypse: Verdun (2016): http://www.docspt.com/index.php?topic=36106.0, tive a impressão de estar vendo portugueses lutando ao lado de franceses, todos lógico dentro do mesmo exército francês, oficialmente todos franceses, como brasileiro sei um pouco como é a cara/rosto/aspecto/jeito português, mas nada melhor que os nossos originais para opinarem, quem não viu o documentário pode dizer se existiu algum motivo para isso, claro que deve ter sido algo bem grave para fazer Portugal entrar dessa forma na guerra, no nível máximo de estratégia portuguesa "disfarçados de franceses".

Não vi ainda esse A Arte De Ir À Guerra Mundial (2015): http://www.docspt.com/index.php?topic=33604.msg116388#msg116388, posso achar nele alguma pista que enterre minha suposição ou que a alimente?

Outro ponto é que quem conhece a França sabe que eles tem várias diferenças internas de povos, não vi essa diferença de povos lutando, me pareceu apenas povo de uma região que não sei dizer qual, mas todos parecidos.

Peço uma imaginação fértil para responder ao tópico.

Lembrando a célebre frase:
Na guerra, a primeira vítima é sempre a verdade. - Hiram Johnson  :boss:
Campanha: Baixe e deixe semear! Ajude um irmão que quer baixar também! Juntos somos mais! Abrace essa causa!  :hand:

FragaCampos

  • Administrador
  • Tradutor
  • Ripper
  • pt

  • Registo: 09 Out, 2007
  • Membro: 1
  • Mensagens: 16 650
  • Tópicos: 3 295

  • : 55
  • : 287

Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #1 em: Quarta, 13 de Fevereiro, 2019 - 01h59 »
Portugal entrou na Primeira Guerra Mundial, mas não de forma autónoma. Ou seja, as suas poucas tropas estiveram sempre às ordens de franceses e/ou ingleses.
Saiba como pesquisar corretamente aqui.
Como transferir do 1fichier sem problemas de ligação? Veja aqui.
Converta os links antigos e aparentemente offline do 1fichier em links válidos. Veja aqui como fazer.
Classifique os documentários que vê. Sugestão de como o fazer.

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 633
  • Tópicos: 130

  • : 44
  • : 19

Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #2 em: Quarta, 13 de Fevereiro, 2019 - 02h34 »
Portugal entrou na Primeira Guerra Mundial, mas não de forma autónoma. Ou seja, as suas poucas tropas estiveram sempre às ordens de franceses e/ou ingleses.

No que pesquisei, oficialmente eles viajaram para a França sim mas ficaram com a função de cavar trincheiras e etc, não lutaram efetivamente ... no caso da minha suposição, não falo de poucos e sim de muitos mesmo, e falo de guerra de verdade não só de pouca coisa, pessoas que foram lutar por outro país e guardaram esse segredo na volta, sem registro histórico, só seus sorrisos ou angustias debaixo da farda de outro país.
Campanha: Baixe e deixe semear! Ajude um irmão que quer baixar também! Juntos somos mais! Abrace essa causa!  :hand:

Vasco_da_Gama

  • Releaser
  • Uploader
  • Postador de Legendas
  • Arquivista
  • pt

  • Registo: 12 Dez, 2009
  • Membro: 9955
  • Mensagens: 4 334
  • Tópicos: 2 281

  • : 0
  • : 218

Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #3 em: Quarta, 13 de Fevereiro, 2019 - 16h31 »
Citar
com a função de cavar trincheiras e etc, não lutaram efetivamente

não é bem assim...

Tens aqui um doc sobre a Batalha de La Lys, na sinopse podes ler;

o sector português foi ocupado mas, “os bravos soldados portugueses”, como lhes chamou posteriormente Douglas Haig, combateram com bravura na 1ª Linha, retardando a Ofensiva e permitindo uma reorganização do 1º Exército Britânico.

http://www.docspt.com/index.php?topic=21273.msg71852#msg71852

O Corpo Expedicionário Português retirou-se para a retaguarda dos Aliados depois de ter sido quase dizimada pela ofensiva alemã
Para aceder à lista 100 Years of Olympic Films, American Experience e IMAX carregue na respectiva imagem

 

FragaCampos

  • Administrador
  • Tradutor
  • Ripper
  • pt

  • Registo: 09 Out, 2007
  • Membro: 1
  • Mensagens: 16 650
  • Tópicos: 3 295

  • : 55
  • : 287

Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #4 em: Quarta, 13 de Fevereiro, 2019 - 17h40 »
Saiba como pesquisar corretamente aqui.
Como transferir do 1fichier sem problemas de ligação? Veja aqui.
Converta os links antigos e aparentemente offline do 1fichier em links válidos. Veja aqui como fazer.
Classifique os documentários que vê. Sugestão de como o fazer.

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 633
  • Tópicos: 130

  • : 44
  • : 19

Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #5 em: Quarta, 13 de Fevereiro, 2019 - 17h42 »
Obrigado vasco da gama, essa contribuição é bem melhor que a indiferença, mesmo que devagar é como diz a frase "a verdade é um fruto que deve ser colhido bem maduro".

Favoritei esse aqui também que eu também não vi: República: Os Dias do Fim (2012) http://www.docspt.com/index.php?topic=34416.msg118958#msg118958

Pois no caso a vinda da república portuguesa foi o fato mais marcante que encontrei nessa época, vamos supor que "alguém" no exterior foi contra isso ...  :good:
Campanha: Baixe e deixe semear! Ajude um irmão que quer baixar também! Juntos somos mais! Abrace essa causa!  :hand:

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 633
  • Tópicos: 130

  • : 44
  • : 19

Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #6 em: Quarta, 13 de Fevereiro, 2019 - 17h45 »
É para isso que serve a wikipédia:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Portugal_na_Primeira_Guerra_Mundial

Se esse for um tema difícil de encarar eu paro por aqui sem problema nenhum, não é problema meu, nem tenho a intenção de criar polêmica ... se eu não precisasse de opiniões aqui no fórum e me limitasse só a uma coisa básica como wikipedia eu teria ficado em silêncio.
Campanha: Baixe e deixe semear! Ajude um irmão que quer baixar também! Juntos somos mais! Abrace essa causa!  :hand:

FragaCampos

  • Administrador
  • Tradutor
  • Ripper
  • pt

  • Registo: 09 Out, 2007
  • Membro: 1
  • Mensagens: 16 650
  • Tópicos: 3 295

  • : 55
  • : 287

Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #7 em: Quarta, 13 de Fevereiro, 2019 - 17h50 »
Não vejo por que motivo haveria de ser um tema difícil.
Limitei-me a dar um link onde facilmente encontras mais informação para as tuas dúvidas. Isso não impede que o debate e a troca de ideias continue.
Saiba como pesquisar corretamente aqui.
Como transferir do 1fichier sem problemas de ligação? Veja aqui.
Converta os links antigos e aparentemente offline do 1fichier em links válidos. Veja aqui como fazer.
Classifique os documentários que vê. Sugestão de como o fazer.

Web-Man

  • Administrador
  • pt

  • Registo: 17 Dez, 2007
  • Membro: 329
  • Mensagens: 1 466
  • Tópicos: 139

  • : 3
  • : 8

  • Portugal
    • DocsPT
Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #8 em: Segunda, 18 de Fevereiro, 2019 - 22h08 »
Não esquecer do soldado Milhões :)

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 633
  • Tópicos: 130

  • : 44
  • : 19

Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #9 em: Terça, 19 de Fevereiro, 2019 - 00h08 »
não conhecia essa história do soldado milhões, é um história que engrandece a alma e nos faz seguir em frente sabendo que com pouco se consegue muito, podem falar mais e mais, não estou aqui com esse tópico para brincar.  :good:

Soldado Milhões: https://pt.wikipedia.org/wiki/Soldado_Milh%C3%B5es

Deixo o soldado brasileiro, dos poucos, o mais influente na 1ª guerra, José Pessoa:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Pessoa
« Última modificação: Terça, 19 de Fevereiro, 2019 - 00h14 por feliphex »
Campanha: Baixe e deixe semear! Ajude um irmão que quer baixar também! Juntos somos mais! Abrace essa causa!  :hand:

Web-Man

  • Administrador
  • pt

  • Registo: 17 Dez, 2007
  • Membro: 329
  • Mensagens: 1 466
  • Tópicos: 139

  • : 3
  • : 8

  • Portugal
    • DocsPT
Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #10 em: Terça, 19 de Fevereiro, 2019 - 22h28 »
E a história do Milhões serve para demonstrar que Portugal teve um papel activo.

A Guerra Mundial possui relatos de situações inusitadas, e foi de um massacre absoluto.

« Última modificação: Terça, 26 de Fevereiro, 2019 - 08h13 por Web-Man »

Vasco_da_Gama

  • Releaser
  • Uploader
  • Postador de Legendas
  • Arquivista
  • pt

  • Registo: 12 Dez, 2009
  • Membro: 9955
  • Mensagens: 4 334
  • Tópicos: 2 281

  • : 0
  • : 218

Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #11 em: Terça, 19 de Fevereiro, 2019 - 23h01 »
Essa foto não é da 1ª guerra mundial
 :assob:
Para aceder à lista 100 Years of Olympic Films, American Experience e IMAX carregue na respectiva imagem

 

Web-Man

  • Administrador
  • pt

  • Registo: 17 Dez, 2007
  • Membro: 329
  • Mensagens: 1 466
  • Tópicos: 139

  • : 3
  • : 8

  • Portugal
    • DocsPT
Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #12 em: Terça, 26 de Fevereiro, 2019 - 08h14 »
Essa foto não é da 1ª guerra mundial
 :assob:

De facto não era. Dava para perceber bem pelo fardamento alemão. Devo ter copiado mal o link. Obrigado pelo reparo :)

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 633
  • Tópicos: 130

  • : 44
  • : 19

Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #13 em: Quinta, 25 de Abril, 2019 - 21h11 »
Eu percebi que o clima já era tenso na posse de Sidónio Pais, como presidente de Portugal :pt: em 1917.

(Sidónio Pais viria a ser assassinado => https://pt.wikipedia.org/wiki/Sidónio_Pais)



p.s: o que estiver em laranja é meu, a imagem original está na wikipedia.
Campanha: Baixe e deixe semear! Ajude um irmão que quer baixar também! Juntos somos mais! Abrace essa causa!  :hand:

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 633
  • Tópicos: 130

  • : 44
  • : 19

Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #14 em: Domingo, 28 de Abril, 2019 - 23h01 »
Alguém poderia me dar uma explicação com embasamento do motivo para o maior desfile militar de Portugal, em 100 anos, ter sido exatamente o dia do armistício da 1ª guerra?

Minha fonte é essa:
Maior desfile militar em 100 anos assinala centenário do Armistício da Grande Guerra (Sapo)
https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/maior-desfile-militar-em-100-anos-assinala-centenario-do-armisticio-da-grande-guerra



(p.s 1: No Brasil todo ano é o dia da independência, 7 de setembro, e que eu saiba isso nunca variou por data nenhuma.)

(p.s 2: Minha teoria do início do tópico nem foi refutada, mas também não posso sair dando entrevista para o History/História, acaso eu inclua nela extraterrestres talvez eu consiga.  :P)
Campanha: Baixe e deixe semear! Ajude um irmão que quer baixar também! Juntos somos mais! Abrace essa causa!  :hand:

FragaCampos

  • Administrador
  • Tradutor
  • Ripper
  • pt

  • Registo: 09 Out, 2007
  • Membro: 1
  • Mensagens: 16 650
  • Tópicos: 3 295

  • : 55
  • : 287

Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #15 em: Domingo, 28 de Abril, 2019 - 23h12 »
Está explicado na notícia:

"... o propósito é “homenagear a paz” e “honrar a memória” dos cem mil portugueses que combateram na I Guerra Mundial (1914/1918) e os 7.500 que morreram no conflito."


Convém referir que, em 2018, a população de Portugal era inferior a 6 milhões de habitantes e que 7500 mortos, mais os feridos, representaram um golpe profundo num país rural, pobre e que vivia maioritariamente na miséria.
A I Guerra Mundial veio acentuar tudo isso, e foi esse o principal motivo, o trauma da guerra, que deixou Portugal fora da II Guerra Mundial.
Saiba como pesquisar corretamente aqui.
Como transferir do 1fichier sem problemas de ligação? Veja aqui.
Converta os links antigos e aparentemente offline do 1fichier em links válidos. Veja aqui como fazer.
Classifique os documentários que vê. Sugestão de como o fazer.

FragaCampos

  • Administrador
  • Tradutor
  • Ripper
  • pt

  • Registo: 09 Out, 2007
  • Membro: 1
  • Mensagens: 16 650
  • Tópicos: 3 295

  • : 55
  • : 287

Saiba como pesquisar corretamente aqui.
Como transferir do 1fichier sem problemas de ligação? Veja aqui.
Converta os links antigos e aparentemente offline do 1fichier em links válidos. Veja aqui como fazer.
Classifique os documentários que vê. Sugestão de como o fazer.

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 633
  • Tópicos: 130

  • : 44
  • : 19

Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #17 em: Segunda, 20 de Maio, 2019 - 21h49 »
Ainda sobre o Dia do Armistício (2018), nesse vídeo abaixo essa tropa no minuto 7:32 , põe medo em qualquer inimigo:


Campanha: Baixe e deixe semear! Ajude um irmão que quer baixar também! Juntos somos mais! Abrace essa causa!  :hand:

08061975

  • Streamer
  • pt

  • Registo: 30 Set, 2009
  • Membro: 8302
  • Mensagens: 306
  • Tópicos: 105

  • : 0
  • : 0

Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #18 em: Terça, 04 de Junho, 2019 - 01h03 »
Alguém poderia me dar uma explicação com embasamento do motivo para o maior desfile militar de Portugal, em 100 anos, ter sido exatamente o dia do armistício da 1ª guerra?

Minha fonte é essa:
Maior desfile militar em 100 anos assinala centenário do Armistício da Grande Guerra (Sapo)
https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/maior-desfile-militar-em-100-anos-assinala-centenario-do-armisticio-da-grande-guerra



(p.s 1: No Brasil todo ano é o dia da independência, 7 de setembro, e que eu saiba isso nunca variou por data nenhuma.)

(p.s 2: Minha teoria do início do tópico nem foi refutada, mas também não posso sair dando entrevista para o History/História, acaso eu inclua nela extraterrestres talvez eu consiga.  :P)

Oficialmente, foi para isso, oficiosamente foi uma tentativa de lavagem da imagem do Exército após o roubo de armamento armazenado em Tancos.

08061975

  • Streamer
  • pt

  • Registo: 30 Set, 2009
  • Membro: 8302
  • Mensagens: 306
  • Tópicos: 105

  • : 0
  • : 0

Re: Portugal na 1ª guerra mundial, mistério ou loucura minha.
« Resposta #19 em: Terça, 04 de Junho, 2019 - 02h50 »
A participação do CEP na 1ª Guerra Mundial ...

Temos um regime republicano que, em 1914, ainda não tinha feito 3 anos, não era reconhecido pelos outros países, ainda não estava no "concerto das nações", como se dizia à época. De lembrar que, dos países que contavam na altura para alguma coisa, só EUA, França e Brasil eram repúblicas ...

Temos um país pobre, com umas forças armadas que não lutavam na Europa fazia mais de cem anos (as Guerras Napoleónicas); nesse tempo,  lutaram apenas em campanhas de pacificação em África, contra tribos muitas vezes mal organizadas. Isto fez com que muitos dos seus oficiais tivessem ascendido na carreira sem nunca terem comandado em alturas de guerra, muito atrás de secretárias. Não sabiam comandar, gostavam demasiado das fardas para as sujar.

Temos um país que baseava toda a sua política externa em agradar ao Reino Unido, invocando por tudo e por nada o Tratado de Windsor de 1386, a mais antiga aliança do mundo (ainda em vigor, por sinal).

Quando deflagra a guerra, Portugal vai ter de lutar em 3 frentes. Para além do que disse acima, Portugal entra em luta em África contra os alemães para impedir com que as colónias de Angola e Moçambique fossem utilizadas pelo Reino Unido como moeda de troca numa eventual negociação com os alemães.

As 2 frentes africanas (Sul de Angola - faz fronteira com a Namíbia, colónia alemã na altura; e o Norte de Moçambique, que faz fronteira com o Tanganhica, então colónia alemã) eram bastante consensuais entre os Portugueses. Além disso, eram o terreno onde estavam habituados a lutar nos anteriores 100 anos.

Já a frente europeia não era consensual entre a população. Na Europa Ocidental, lutava-se um tipo de guerra industrial nunca vista, com recurso inclusive a gás. A sensação que se tinha era que quem fosse para lá era para ser massacrado, ainda por cima num terreno onde nada teríamos a ganhar.
No entanto, a vontade de afirmação das autoridades republicanas no "concerto das nações" faziam estas ansiar por uma oportunidade de se meterem na frente europeia.

As coisas precipitam-se em 1916. Desde 1914 que Portugal já lutava contra os alemães em África, numa campanha que não estava a correr nada bem. As coisas resolveram-se relativamente rápido no Sul de Angola, onde o deserto do Namibe ajudou a que os alemães não fizessem grande coisa. Mas o Norte de Moçambique foi bem diferente. Os alemães, acossados pelos ingleses que os atacavam desde o Quénia, e faziam razias na actual Tanzânia para tentar acabar com eles, foram para cima dos Portugueses, chegando a invadir o Norte moçambicano. A tropa portuguesa era composta por camponeses de Portugal Continental, que nunca tinham saído da sua terra, nunca tinham visto uma espingarda, num clima inóspito, não respeitavam as mais mínimas normas sanitárias por pura ignorância (tinham redes mosquiteiras, mas não as usavam. Recusavam-se a tomar quinino por pura crendice. O resultado foi inevitável, um surto enorme de paludismo que matou mais que os alemães).

No entanto, isso, como escrevi acima, não satisfazia as autoridades portuguesas na altura. Esperavam a oportunidade, que surgiu em 1916; os ingleses somavam imensos barcos afundados pelos submarinos alemães (não só eles, também navios portugueses, norte-americanos e brasileiros foram afundados no Atlântico pelos submarinos alemães. Ver o caso do navio americano Lusitania), pelo que o abastecimento de viveres ao Reino Unido estava a ser afectado. O Reino Unido precisava de barcos, pelo que, a meio de 1916, pediu a Portugal para aprisionar todos os barcos que estavam fundeados nos portos portugueses. Os portugueses aprisionaram 70 barcos, quase todos entregues aos ingleses, o que fez com que os alemães declarassem guerra a Portugal (isto apesar de estarem a lutar à quase 2 anos em África).

Guerra declarada à Alemanha, havia que preparar a tropa para a guerra. Foram-se arrancar os "magalas" das suas terras, das suas famílias, donde nunca tinham saído. Um povo extremamente católico, dominado pelo Sr. Padre, integrado numa tropa dum regime extremamente anti-igreja católica, que era considerada como um dos fatores do atraso de Portugal face às outras nações europeias. Um povo extremamente analfabeto, em que muitos foram para a guerra em vez dos filhos das famílias mais ricas, que pagavam ao recrutador para que os seus filhos fossem deixados em paz.

Reuniram-se cerca de 55.000 tropas em Tancos, para os preparar para a guerra, no que se chamou "Corpo Expedicionário Português" (CEP). Preparação de 3 meses, a cargo dos tais oficiais de secretária, que estavam contra a guerra, e que fizeram uma preparação adequada para África, e inadequada para a guerra europeia. "Preparação" feita em Tancos. E, mesmo assim, em 3 meses, foram dados como aptos para seguirem para França. Eram embarcados em barcos ingleses (a maior parte deles foi a primeira vez que viu o mar), desembarcavam em França, onde os ingleses lhes deram uma verdadeira preparação. Aí é que tiveram contacto pela primeira vez com o material de guerra que iam usar, especialmente a metralhadora Lewis, conhecida pelos analfabetos portugueses como "Luisinha".

Foram colocados num sector no norte de França, entre Neuve Chapelle e Armentieres, nos arredores da cidade francesa de Lille, que estava ocupada pelos alemães (ver mapa https://goo.gl/maps/GZLo3SPXqzC4puf57).

Os 55.000 foram lá colocados, mas nunca foram substituídos por novas tropas vindas de Portugal. Os ingleses, porque viram a falta de qualidade da preparação portuguesa, deixaram de fornecer os barcos de transporte, e, entretanto, o governo português entusiasta da participação na guerra europeia foi deposto em Dezembro de 2017 por um golpe militar liderado pelo Major Sidónio Pais, apoiante da causa alemã, antigo embaixador de Portugal em Berlim, e nada apoiante da guerra contra os alemães. A tropa desmoralizou, sentiu-se carne para canhão, chamavam ao CEP "Carne de Exportação Portuguesa". Somavam-se os casos de oficiais que abandonavam as suas unidades, fugindo para Portugal via comboio aproveitando as licenças. E os soldados não abandonavam porque não tinham dinheiro para a viagem, senão também largavam aquilo.

Nisto, chegamos ao dia 9 de Abril de 1918. No âmbito duma grande ofensiva alemã que aproveitaram os reforços que estavam colocados a leste, e deixaram de ser necessários com a derrota russa, e enquanto os norte-americanos não chegassem em força à frente, os alemães perceberam o sector português como atacável, e foi o que fizeram. Após uma enorme barragem de artilharia que assustou os veteranos portugueses, e cortou as comunicações com o seu QG, os alemães atacaram com tudo as linhas portuguesas, desbaratando-as. No entanto, a resistência que conseguiram montar deu tempo aos ingleses para se recomporem.

Depois dessa batalha, as tropas portuguesas que restavam e que não tinham sido aprisionadas pelos alemães e que estavam a ponto de combater foram integradas em unidades inglesas. Tinha deixado de haver CEP.
« Última modificação: Terça, 04 de Junho, 2019 - 03h03 por 08061975 »