Autor Tópico: Woodstock: 3 days of peace, love and music  (Lido 229 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Vasco_da_Gama

  • Releaser
  • Uploader
  • Postador de Legendas
  • Arquivista
  • pt

  • Registo: 12 Dez, 2009
  • Membro: 9955
  • Mensagens: 4 323
  • Tópicos: 2 275

  • : 0
  • : 218

Woodstock: 3 days of peace, love and music
« em: Quinta, 25 de Julho, 2019 - 19h45 »
Woodstock: 3 days of peace, love and music
Apresentação da nova versão do filme/ documentário sobre o festival
31 de julho, 19h - Cinema Ideal (Lisboa)


 


No dia 31 de julho vai ser projetada, no Cinema Ideal (Lisboa), a nova versão restaurada, expandida com 27 minutos de imagens inéditas e com o áudio remasterizado do filme/documentário de Michael Wadleigh que registou para a posteridade o Festival de Woodstock, o acontecimento que definiu uma geração e um dos momentos mais icónicos da história da música popular.

Como garantir o seu lugar?

A projeção será gratuita. Para assistir basta enviar um e-mail para festivalwoodstock50@gmail.com com a indicação do nome completo e quantidade de lugares pretendidos (lugares disponíveis limitados à lotação das salas).


Sobre o filme "Woodstock":

O realizador Michael Wadleigh e uma equipa de rodagem, de que faziam parte Martin Scorsese e a montadora Thelma Schoonmaker, filmaram uma crónica ampla e explícita do evento e que foi fulcral para que o festival e a Woodstock Nation ou Geração Woodstock se tornassem lendários e parte incontornável da história e da mitologia norte-americana. Filmando com grande proximidade e intimidade os artistas e os concertos, o filme de Wadleigh não se resume a uma mera filmagem de atuações musicais. É, sobretudo, um documentário sobre uma comunidade que tão brevemente ali se formou e que parecia ser o começo de alguma coisa maior, ou tão-somente o seu fim. O que mais impressiona neste filme é a capacidade de Wadleigh transportar o espectador para dentro do recinto e transmitir-lhe a sensação do que foi realmente ali estar. Wadleigh não se coíbe de mostrar, além das atuações e dinâmicas em torno do palco, as reações e interações dos músicos e do público, dezenas de pequenos episódios e situações que foram sendo testemunhadas em Bethel e que demonstravam bem o espírito do Woodstock: a paz, o amor, as drogas, o sexo, a liberdade. Mantendo uma estrutura tendencialmente cronológica, da preparação do recinto aos despojos do fim do festival, a montagem do documentário, a cargo de Scorsese e Schoonmaker, introduz um inovador elemento estético e narrativo: o splitscreen. A partição da imagem em vários ecrãs simultâneos proporciona uma visão global e prismática dos eventos, colocando vários apontamentos em diálogo, em jeito de contraponto, comentário ou ironia, ao mesmo tempo que possibilita comprimir a narrativa, ao sobrepor ações e acontecimentos.

Estreado logo em 1970, numa versão de 185 minutos, Woodstock foi amplamente elogiado pela crítica e pelo público, tendo recebido o Óscar de Melhor Documentário, além da nomeação para Melhor Montagem e Melhor Som (algo inédito para um documentário).
 

Local:

Cinema Ideal: Rua do Loreto, 15, Lisboa



in M80
Para aceder à lista 100 Years of Olympic Films, American Experience e IMAX carregue na respectiva imagem