Autor Tópico: Série Loki (Disney) e os ponteiros do relógio que giram para trás! - Texto  (Lido 306 vezes)

0 Membros e 1 visitante estão a ver este tópico.

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • Postador de Legendas
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 1 370
  • Tópicos: 386

  • : 72
  • : 32

Esse texto não possui revelações (spoiler) da série, nem tem fundamento teórico para tentar oferecer explicações, são apenas produtos da minha fértil cabeça.

Sim a série Loki do Disney+ é boa, possui alguns pequenos defeitos por se tratar de uma super produção, e gastar muito dinheiro com alguns clichês ao invés de explorar a capacidade criativa dos roteiristas.

O relógio dos ponteiros que giram para trás.


Estava pesquisando sobre o Candomblé Angola (existe o Candomblé da Nigéria, dos orixás), esse acredita nos Nkisis (ou Mukixis) ... considerado o principal, Kitembu seria o deus do Tempo, a um tempo eu pensava longe que as pessoas devotadas ao deus Kitembu poderiam ter em suas casas um relógio que os ponteiros giram para trás e para frente, para lembrar dos antepassados e do poder do Kitembu, eu fui ver isso depois (por coincidência) na série Loki, onde existe a "linha do tempo sagrada", que fatos do passado alteram o futuro, já pensaram no Pantera Negra voltando ao passado, se infiltrando em um navio negreiro e lutando para tentar acabar com a escravidão?

E a nossa "linha do tempo sagrada"? Aquele curso na universidade que não fizemos por preguiça, aquela festa que não fomos, aquele candidato que votamos para agradar nossos pais, mesmo sabendo que tudo ia dar errado. Generalizadamente podemos ter alterado o futuro de uma forma irreversível ...

Uma bonita frase diz:
“A maioria dos deuses joga dados, mas o Destino joga xadrez, e você não descobre até que seja tarde demais, que ele estava jogando com duas rainhas o tempo todo.”
Terry Pratchett

Invariavelmente somos cobrados pelo nosso destino, pela nossa preguiça, vaidade, subserviência ... de repente até a lógica da estruturação social é invertida totalmente, a polícia ao invés de ir atrás dos bandidos, está prendendo quem está caminhando na praça ou na praia, ou quem sai de casa depois das 22:00 horas ... devido a um certo "vírus".

Na mitologia grega existe o deus Destino Moros, que é cego, imagine um velho cego (negro) jogando xadrez com a sua vida, você menospreza ele, humilha e desacredita como Ulisses na sua Odisseia, e depois descobre tardiamente que você não tinha a menor chance tudo já estava escrito ...

No Clássico filme “O Sétimo Selo” de Ingmar Bergman

"Um cavaleiro que volta da Cruzada da Fé para encontrar em sua terra a peste e morte. Quando ele mesmo se depara com a personificação da morte, aceita-a como um visitante esperado, mas propõe-lhe uma negociação – numa disputa de xadrez - para que possa ganhar tempo e indagar sobre o sentido da vida e, consequentemente, o sentido da morte."



a ironia está em que a morte deseja ter prazer de um jogo com um humano "brincar", para mostrar que tudo já está escrito ...

como diz outra bela frase:

William Shakespeare: "Os covardes morrem várias vezes antes da sua morte, mas o homem corajoso experimenta a morte apenas uma vez."

Assinado: eu
« Última modificação: Sexta, 23 de Julho, 2021 - 16h53 por feliphex »
"A vitória depende mais da vontade de se preparar do que da vontade de vencer!"

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • Postador de Legendas
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 1 370
  • Tópicos: 386

  • : 72
  • : 32

Re: Série Loki (Disney) e os ponteiros do relógio que giram para trás! - Texto
« Resposta #1 em: Sábado, 24 de Julho, 2021 - 01h25 »
pessoas esse texto tem parte 2 ... mas isso depende de vocês ... pelo ritmo "empolgante" do debate ... vou deixar para setembro ... posto aqui mesmo neste tópico.
"A vitória depende mais da vontade de se preparar do que da vontade de vencer!"

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • Postador de Legendas
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 1 370
  • Tópicos: 386

  • : 72
  • : 32

Re: Série Loki (Disney) e os ponteiros do relógio que giram para trás! - Texto
« Resposta #2 em: Sábado, 28 de Agosto, 2021 - 20h44 »
Série Loki (Disney) e os ponteiros do relógio que giram para trás! - Parte 2 (a volta dos que não foram ... agora é pessoal!)

Tive um ensinamento um dia de uma pessoa que infelizmente não tenho o nome, ele disse: "a nossa geração é igual aos jovens da caverna do dragão, cheios de poderes, mas perdidos, sempre tentando voltar para casa mas nunca conseguem ..."

Isso tem a ver com as nossas raízes, o respeito aos antepassados que é muito estabelecido em várias culturas, todo mundo teve pai e teve mãe, mas infelizmente na sociedade capitalista essa noção de raiz foi sendo deixada para trás onde o deus dinheiro é sempre levado mais em consideração e nos fazendo entrar nessa situação de "nunca voltarmos para casa", ou para nossa essência, nossa raiz, conversando com pessoas praticantes do espiritismo uma vez eu fiz a seguinte pergunta, tudo realidade: "minha avó morreu antes de eu nascer ela nunca veio nessa cidade antes, nem nunca veio na casa em que eu moro, como a alma dela consegue achar a minha casa?" ... eles me responderam: "o espírito não precisa de endereço, ela já te conhecia antes de você nascer, por você ser muito parecido com ela existe a ligação no outro plano ..."

Então se coisas assim acontecem no mundo dos espíritos por que não acontecem no mundo dos vivos? Hoje em dia nossa mãe pode ser qualquer uma e nosso pai pode ser qualquer um, sem ligação nenhuma, contato que quando o nosso celular quebrar que nós ganhemos outro novinho.



A grande questão é: se você está cheio de poderes, poderia ajudar aquela ONG e não fez, aquele curso de medicina, você alterou a linha do tempo sagrada, e se você não valoriza sua raiz, seus antepassados, você desrespeita a sua linhagem familiar, o passado, podendo colher frutos negativos no seu futuro, com filhos e netos.

É igual ao filme "De volta para o futuro" (pt: Regresso ao Futuro) quando a foto da família começa a apagar e o Marty Mcfly não consegue unir o pai e mãe dele ... quando você desrespeita a sua linhagem você está se apagando da foto da família cada vez mais, e por consequência está se apagando também do convívio social, aquela viagem que todos foram menos você.

como diz o ditado "toda família tem um esqueleto no armário ..." só que esse esqueleto pode ser você ...

Estava vendo um enredo de um livro e lá dizia "em um futuro distópico os pais escolhem preservar seus filhos adormecidos, anestesiados por uma substância para não perdê-los".

Eu logo pensei na realidade e a epidemia das drogas, os pais não se preocupam se os filhos usam drogas, contanto que eles vivam anestesiados e não se mudem para a casa da ex-mulher por exemplo ...

Se você pudesse voltar no passado e unir seus pais para que você nascesse você não faria? Lógico ninguém quer "não existir" assim ... todos querem o prazer único de viver e ninguém tem inveja de quem morre, antes ele do que eu. Porém essa dádiva que nos foi dada está sendo bastante mal usada e vai nos afetar no futuro.



A questão não é viver "anestesiado" e não morrer .... a questão é "não existir" existindo pois só vive quem tem vida.



Bônus

Vendo essas estátuas dos Guardiões do Tempo na série Loki, eu não sei por que mas eu pensei nos 3 reis magos da bíblia e depois fui pesquisar a história deles e achei bem estranha, até pela palavra "mago" na bíblia ... depois vi que o dia dos Reis Magos é no dia do Astrólogo e que eles tinham que ter uma noção para seguir aquela estrela ... enfim veio um monte de coisa e no final estou escrevendo um livro no estilo Dan Brown sobre um arqueólogo que descobre essas coisas, entre outras, relacionadas ao menino Jesus.



(existe a 3ª parte do texto - vou definir quando vou postar)
"A vitória depende mais da vontade de se preparar do que da vontade de vencer!"

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • Postador de Legendas
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 1 370
  • Tópicos: 386

  • : 72
  • : 32

Re: Série Loki (Disney) e os ponteiros do relógio que giram para trás! - Texto
« Resposta #3 em: Quinta, 02 de Setembro, 2021 - 19h18 »
vou postar a 3ª parte do texto no final do mês de Setembro pegando a primavera para dar boa sorte, assim consigo captar as informações para terminar a série de textos de forma apoteótica.

 :hat:

« Última modificação: Quinta, 02 de Setembro, 2021 - 19h20 por feliphex »
"A vitória depende mais da vontade de se preparar do que da vontade de vencer!"

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • Postador de Legendas
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 1 370
  • Tópicos: 386

  • : 72
  • : 32

Re: Série Loki (Disney) e os ponteiros do relógio que giram para trás! - Texto
« Resposta #4 em: Sexta, 24 de Setembro, 2021 - 19h26 »
Série Loki (Disney) e os ponteiros do relógio que giram para trás! - Final - Parte 3 (primeira metade) (se eu contar minha história para o carroceiro o burro chora ....)

(dividi a parte final em 2 para lucrar dobrado, a 1ª hoje a segunda amanhã)

Tenho o entendimento concreto que no Candomblé da Nigéria, os orixás tiveram que vir a terra em carne e osso para saber o que é ser um humano de verdade, pois eles são considerados os "deuses" que mais se parecem com humanos, com os lados bom e ruim que caracterizam nossa existência, Exú por exemplo deve ter vindo a terra várias vezes, depois por exemplo de ser assassinado e enfrentado outros percalços que limitaram sua experiência completa e não desistido, (diferente do nosso senhor Jesus Cristo que desistiu na 1ª vez diante de tamanha crueldade), outra orixá para mim ainda não veio como Iemanjá, pois ainda não deve ter criado coragem diante dessa crueldade que não cessa.



Olorum => https://pt.wikipedia.org/wiki/Olodumar%C3%AA

Mas e nós? Quando vamos deixar de acharmos que somos deuses, intocáveis ou imortais (com o peito de aço, intransponível pelas balas da guerra urbana), quando vamos descer para a terra e deixarmos o mundo da lua, e vivermos de verdade e aprendermos o que realmente é ser um humano?

Viver apanhando da vida na verdade não é viver, é achar que você pode tudo, e quando as consequências chegam, apanhar da vida acaba se tornando "normal" e parte da rotina.

Estava conversando com um amigo que é bissexual e eu lhe disse, "nunca deixe ninguém tentar mudar a sua essência, isso é como retirar uma parte de você, um órgão ..."

E é dessa questão que provavelmente venha a sensação de vazio existencial, a pessoa se entrega para esse canibalismo, pois a família e os amigos não vão só retirar uma parte desse jovem, vão triturar no liquidificador e servir em um banquete na ceia de natal (com aquela grande risada forçada e tudo). E apanhar vai virando uma coisa "normal".

Eu disse para ele "se nós quando nascêssemos, fôssemos um computador, nasceríamos perfeitos, deus colocaria o melhor Windows (nosso cérebro com muita capacidade), porém ao longo do caminho nós mesmos vamos nos sabotando, vamos travando nosso próprio Windows, ao invés de usarmos toda nossa capacidade para coisas boas ..."

Então a questão é não se entregar e fugir imediatamente de situações e pessoas que pareçam prejudiciais para você, fisicamente e mentalmente, pois nada disso é "normal".

como diz um ditado cigano:

"se lhe der comida, coma, mas se bater em você, fuja ..."



(amanhã tem mais ... continua no próximo capítulo!)


Iemanjá no jogo Smite.



se a vida fosse uma deusa igual ao Deus Destino, ela seria uma excelente lutadora, pois tem gente que é especialista em apanhar dela ...


Lutadora de MMA, Claressa Shields

A deusa Diana que era a cópia da deusa grega Ártemis (parteira, "vida"), é descrita assim:

"As ofertas votivas, nenhuma anterior ao século IV a.C., encontradas no bosque de Aricia (Itália), retratam-na como uma caçadora e, além disso, abençoando homens e mulheres com descendentes, e garantindo às gestantes um parto fácil."

https://ao.wikiqube.net/wiki/Diana_Nemorensis

O sacerdote de Diana simplesmente era um escravo fugido, descrito assim:

"Lá ele se tornou rei e dedicou um recinto para Artemis (Diana), onde até minha época o prêmio para o vencedor em um combate individual (até a morte), era o sacerdócio da deusa. O concurso não estava aberto a nenhum homem livre, mas apenas a escravos que fugiam de seus mestres"

"O geógrafo grego Strabo também menciona a instituição: "e de fato um bárbaro, e cita, elemento predomina nos usos sagrados, pois o povo instituído como sacerdote é apenas um escravo fugitivo que matou com as próprias mãos o homem anteriormente consagrado a esse ofício; consequentemente, o "padre" está sempre armado com uma espada, olhando em volta para os ataques e pronto para se defender."

https://ao.wikiqube.net/wiki/Rex_Nemorensis

 :eek:
« Última modificação: Sexta, 24 de Setembro, 2021 - 20h54 por feliphex »
"A vitória depende mais da vontade de se preparar do que da vontade de vencer!"

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • Postador de Legendas
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 1 370
  • Tópicos: 386

  • : 72
  • : 32

Re: Série Loki (Disney) e os ponteiros do relógio que giram para trás! - Texto
« Resposta #5 em: Sábado, 25 de Setembro, 2021 - 20h04 »
Série Loki (Disney) e os ponteiros do relógio que giram para trás! - Final (game over) - Parte 3 (segunda metade) (filho é igual pum, só aguenta quem faz ...)



Oráculo matrix

Depois de ler o grande livro: "Matrix - Bem Vindo Ao Deserto Do Real" - William Irwin, que analisa com base na filosofia as referências do filme Matrix, em um capítulo se chega em um conclusão que a oráculo na verdade não sabe o futuro, apenas está induzindo neo a fazer o que ela quer.



Eu concordo, e vejo que Morfeus faz diferente, faz um papel que Deus faz conosco, ao já saber nosso destino, nos conhecer perfeitamente e nossas capacidades, porém nos dá o livre arbítrio, a capacidade de provarmos que assumimos nossas responsabilidades e os percalços de uma existência com essência, assim como Neo pode escolher a pílula. No caso acredito que Morfeus fosse o verdadeiro oráculo, e não exatamente um Deus, mas para provar para neo isso, ele teria que fazer outra coisa que Deus faz conosco, deixar a falsa oráculo no papel do "diabo" e mostrar tudo o que ela é capaz se opondo em certo ponto a neo e a ela, isso é confundido por nós com a frase "fulano morreu pois deus quis!" na verdade Deus não permite determinadas tragédias, mas se o cara estava dirigindo bêbado, o diabo trabalhou, e Deus mostrou do que ele é capaz.

A famosa história do oráculo que respondeu Creso em Delfos (Grécia) "se Creso cruzasse o Hális, ele destruiria um grande império". Creso acaba atacando os persas, mas foi derrotado. Atravessou o Hális, Creso de fato destruiu um grande império, o dele. 

https://pt.wikipedia.org/wiki/Guerras_M%C3%A9dicas#Antecedentes_e_origens_do_conflito

Indiretamente o oráculo obviamente sabia o que iria acontecer, ele poderia apostar que haveria uma guerra e claro um dos dois seria derrotado, mas essa guerra poderia ter sido evitada e o oráculo poderia induzir a isso dizendo para Creso não ir para a guerra, mas ele em poucas palavras deu a chance de Creso provar que era inteligente o suficiente e praticar a principal lei da Arte da Guerra de Sun Tzu, conhecer seus potenciais para vencer a guerra: soldados, armas e etc, e depois começar a se preocupar com o adversário (no nosso caso, nos preocuparmos com a vida dos outros).



Neo não conhecia o povo que ele deveria salvar das máquinas, nem foi convencido por motivos concretos para fazer isso, ele apenas sentiu exatamente que aquela escolha o faria completo, com objetivos mais atrelados a sua verdadeira essência, ele teria que estudar mais, treinar mais e evoluir para fazer valer as expectativas impostas nele e no caso se preocupar primeiro com ele e seus potencias para depois se preocupar com as máquinas, ou com as necessidades daquele povo.

"A essência do homem vem de suas escolhas. Quando ele é “jogado” no mundo não tem essência, ele é não-ser, ou seja, ausência de ser. Portanto, não há essência humana, e, se não há essência, também não há natureza humana. Somente há a condição humana."

Jean-Paul Sartre - Filosofo Francês

Sartre me joga essa, sem desconfiança que alguém iria desmentir tantas falácias. Um ser humano sem essência é apenas um objeto ambulante no mundo, explorado pelo capitalismo, pela roupa, celular e etc da moda, ele está na "condição humana" da escolha, a escolha do sapato mais caro e do hambúrguer artesanal mais caro, ele não existe literalmente, não pensa, não critica, não constrói relações sociais, apenas "escolhe", ou na verdade é induzido até na escolha. Um casal onde a esposa tem que limpar a parte traseira do marido após o mesmo defecar.

"A corrente existencialista prega que o ser humano é um ser que possui toda a responsabilidade por meio de suas ações. Assim, ele cria ao longo sua vida um sentido para sua própria existência."

Então o existencialismo é individualista? Bem se evoluindo e assumindo sua essência cada um irá enfatizar a diferenciação social, evidenciando sua autenticidade e assim agregando coletivamente na diferentes necessidades sociais, e assim quando alunos somos professores também, aprendendo com a diferença do outro, não tem nada mais capitalista que segregar a condição de todos para algo individualista!

Quando abrimos mão da nossa essência e de nossas capacidades acontece exatamente o que acontece aqui no Docspt onde poucos ajudam, e muitos poderiam ajudar com pouco, coletivamente, fazendo uma legenda, programando o site e etc.


Todos com seus poderes, respeitando as diferenças, incluindo respeitar o shun!


"Quando você nasceu, você chorou e o mundo se alegrou. Viva sua vida de forma que, quando você morrer, o mundo chore e você se alegre." Índios Cherokee


Fim!!!!

Assinado tudo => Feliphex
Formado em Filosofia da Sobrevivência pela Universidade Carcerária (semiaberto, tornozeleira), Religiões Diferentes pela Universidade de Hogwarts e Psicologia de Cachorros pela Universidade do Mundo Cão (depois de desistir da Psicologia dos Humanos).
« Última modificação: Sábado, 25 de Setembro, 2021 - 20h09 por feliphex »
"A vitória depende mais da vontade de se preparar do que da vontade de vencer!"

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • Postador de Legendas
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 1 370
  • Tópicos: 386

  • : 72
  • : 32

Re: Série Loki (Disney) e os ponteiros do relógio que giram para trás! - Texto
« Resposta #6 em: Quinta, 30 de Setembro, 2021 - 01h06 »
Apenas algumas coisas que faltaram:

“conhece-te a ti mesmo ”, encontrava-se no pórtico de entrada do templo do deus Apolo, na cidade de Delfos na Grécia, no século IV aC, lugar onde se procuravam os oráculos, está relacionando também com que o que falei da relação com a Arte da Guerra de Sun Tzu.

"Na filosofia socrática o “conhece-te a ti mesmo” se tornou uma espécie de referência na busca não só do auto-conhecimento, mas do conhecimento do mundo, da verdade. Para o pensador grego, conhecer-se é o ponto de partida para uma vida equilibrada e, por consequência, mais autêntica e feliz."

"Conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo." Sócrates

Estava escrito na entrada da casa da oráculo em matrix (temet nosce):






A filósofa Lúcia Helena Galvão na palestra abaixo relaciona a frase acima, dita por morpheus a outro filósofa:

"Honrai as verdades com a prática." Helena Blavatsky

Matrix e o Mito da Caverna - Comentários Filosóficos - Prof. Lúcia Helena Galvão


« Última modificação: Quinta, 30 de Setembro, 2021 - 01h11 por feliphex »
"A vitória depende mais da vontade de se preparar do que da vontade de vencer!"