Autor Tópico: [#275] Sex And The Church - VitDoc  (Lido 613 vezes)

0 Membros e 1 visitante estão a ver este tópico.

VitDoc

  • Moderador
  • Tradutor
  • br

  • Registo: 25 Mar, 2012
  • Membro: 28808
  • Mensagens: 10 130
  • Tópicos: 2 027

  • : 130
  • : 150

[#275] Sex And The Church - VitDoc
« em: Terça, 11 de Janeiro, 2022 - 11h23 »
Sexo e a Igreja
Religião/Sexo/História/Cultura



[bbc]

   
:arrow: Documentário no docsPT aqui.



Linhas: 2831
Tradução: Do inglês
Ano: 2015
Narração: Professor Diarmaid MacCulloch
Realização: Chris Granlund
Produção: Robin Dashwood
Número de episódios: 3
Idioma: Inglês
Sincronizado para a release: MVGroup HDTV 720p
Data da release: 11/01/2022
Género:  Religião/Sexo/História/Cultura


Citar
O Professor Diarmaid MacCulloch explora como o Cristianismo moldou a postura Ocidental em relação ao sexo, gênero e sexualidade ao longo da história.

Episódio 1: Do Prazer ao Pecado

Na primeira parte desta importante trilogia, o eminente historiador teológico Professor Diarmaid MacCulloch explora como o Cristianismo moldou as visões do Ocidente acerca de sexo, gênero e sexualidade ao longo da história. Viajando de Israel à Grécia, da Itália à Irlanda, ele começa mostrando como os primeiros Cristãos transformaram o sexo de uma necessidade biológica em vício, de prazer em pecado. Embora Jesus Cristo tenha debatido muito pouco sobre sexo, o Cristianismo logo promoveria o celibato como o ideal cristão, transformando o sexo em algo perigoso e até convertendo o casamento em uma opção menos desejável.

Episódio 2: A Revolução do Sexo

O Professor Diarmaid MacCulloch continua sua exploração de como o Cristianismo moldou as atitudes ocidentais em relação ao sexo, gênero e sexualidade ao longo da história. Viajando do nordeste da Inglaterra para a Alemanha e Itália, ele explica como a Igreja Cristã assumiu o controle do casamento no Século XI, transformando uma instituição civil em um rito sagrado do cristianismo. E ele revela como a Reforma Protestante lançou uma revolução sexual.

Episódio 3: Cristianismo vs. Ocidente

Neste episódio final da série, o Professor Diarmaid MacCulloch explora como a Igreja Cristã e a sociedade ocidental se dividiram em questões de sexo e gênero nos últimos 300 anos. O Iluminismo encorajou as pessoas a questionarem a autoridade e isso incluiu os ensinamentos da Igreja sobre sexo. No final do Século XVII, a prostituição e a homossexualidade floresceram abertamente em cidades ocidentais - uma afronta aberta a séculos de ensino cristão. Ao mesmo tempo, novas formas de Protestantismo, como o Metodismo, começaram a questionar o ensino tradicional da Igreja, dando papéis de liderança às mulheres. Na Era Vitoriana, o sexo se tornou um assunto para estudo científico, em vez de um pecado a ser condenado pela Igreja. Alguns pensadores cristãos começaram a desafiar o status quo sobre o sexo. Josephine Butler lutou em nome das prostitutas, enquanto o Bispo John Colenso argumentou que os convertidos africanos deveriam ter permissão para dar continuidade à sua prática de poligamia. E em meados do Século XX, os Cristãos estavam na vanguarda da bem-sucedida campanha pela descriminalização da homossexualidade. Mas em outros lugares, os líderes da Igreja protestaram contra essas mudanças. Roma insistiu na proibição do divórcio, da homossexualidade, da contracepção artificial. E nos últimos anos, tanto as Igrejas Católica como Protestante estiveram envolvidas em escândalos de abuso sexual. Será que o pensamento Cristão ainda tem algo a nos ensinar a um mundo secular a respeito do sexo?



Nota: Antes de fazer download das legendas ler este tópico.
« Última modificação: Segunda, 17 de Janeiro, 2022 - 14h10 por VitDoc »
"O conhecimento anda de mãos dadas com a verdadeira luz".

:arrow: Tutorial Download links Telegram aqui.
:arrow: Links inativos? Informe aqui.

VitDoc

  • Moderador
  • Tradutor
  • br

  • Registo: 25 Mar, 2012
  • Membro: 28808
  • Mensagens: 10 130
  • Tópicos: 2 027

  • : 130
  • : 150

Re: [#275] Sex And The Church - VitDoc
« Resposta #1 em: Sábado, 15 de Janeiro, 2022 - 11h51 »
Adicionada a legenda do segundo episódio.
"O conhecimento anda de mãos dadas com a verdadeira luz".

:arrow: Tutorial Download links Telegram aqui.
:arrow: Links inativos? Informe aqui.

VitDoc

  • Moderador
  • Tradutor
  • br

  • Registo: 25 Mar, 2012
  • Membro: 28808
  • Mensagens: 10 130
  • Tópicos: 2 027

  • : 130
  • : 150

Re: [#275] Sex And The Church - VitDoc
« Resposta #2 em: Segunda, 17 de Janeiro, 2022 - 14h16 »
Adicionada a legenda para o terceiro e último episódio.
"O conhecimento anda de mãos dadas com a verdadeira luz".

:arrow: Tutorial Download links Telegram aqui.
:arrow: Links inativos? Informe aqui.

VitDoc

  • Moderador
  • Tradutor
  • br

  • Registo: 25 Mar, 2012
  • Membro: 28808
  • Mensagens: 10 130
  • Tópicos: 2 027

  • : 130
  • : 150

Re: [#275] Sex And The Church - VitDoc
« Resposta #3 em: Terça, 18 de Janeiro, 2022 - 13h16 »
Assim como na Religião, onde muitos gostam de dar seus "testemunhos", aproveito este espaço para deixar a minha opinião:

Esta série é, facilmente, para mim, uma das três melhores que já traduzi desde que entrei no mundo dos documentários. Fui criado em um ambiente moderadamente Cristão, decorando um monte de rezas, como "Pai Nosso", "Credo", "Anjo da Guarda" & cia, sempre induzido psicologicamente a crer que, se não seguisse determinadas regras e linhas de pensamento, estaria entregue aos braços do "Inferno" ou, no mínimo, fadado a ser uma pessoa "má, errada, desvirtuosa", apesar de nem frequentar religiosamente a Igreja. Como criança e adolescente, religião não era a algo a ser refletido - mas simplesmente seguido, aceito.

Antes, porém, de entrar no mundo do Conhecimento e ser "contaminado" por esses "ateus inescrupulosos", já tivera várias vezes a curiosidade de ler a Bíblia e, ao lê-la, nada se encaixava, tudo parecia sem sentido. Disseram-me que, como Cristão, era preciso aceitar os tais "mistérios" da fé, que ninguém poderia saber tudo, porque só Deus era onisciente. Francamente, achei absurdo essa justificativa e hoje entendo claramente que o tal "crer" não se trata de aceitar mistério algum, e sim de "inventar explicações" para justificar supostos mistérios que nem existem - são as "fake news" de sempre.

Esta série dá vários exemplos disso. Acreditem se quiser, tudo o que está exposto abaixo não corresponde sequer a 1/3 do que essa autêntica obra genial nos tem a dizer:

1) Imaculada Conceição? Criação de cristãos no Século II. Teoria: Maria não só seguiu virgem pelo resto da vida, como também foi concebida sem pecado. Mas, afinal, por que Maria não poderia ter uma bela vida familiar normal? O próprio Judaísmo defendia o sexo no casamento para a procriação dos filhos de Israel.

2) Irmãos e irmãs de Jesus? Ora, Jesus tem que ser especial, então, hora de passar a borracha e dizer que eram primas e primos de Jesus (a Igreja vai e diz que, na época, todos se chamavam "irmãos" pelo espírito de confraternização). Hum, mas inventemos outra: eles vinham de um casamento anterior de José! Mas espere: a família tem que ser toda santa, então, nova borracha: José seguiu virgem também pelo resto da vida!

3) Apóstolas mulheres? Bem, as mulheres foram muito importantes para Jesus, não à toa foram as primeiras para quem a Ressurreição se revelou. Paulo até envia uma carta de elogio para Júnia, em Roma, a quem chama "apóstola". Teremos mulheres liderando a Igreja, então, certo? Errado, quem mandou Eva comer da maçã da árvore da maldade (perdão, do Conhecimento! Por que não, afinal, chamá-la Árvore da Sedução, da Tentação, do Mal - título super original! Não, vamos chamá-la Árvore do Conhecimento, porque conhecimento deve ser a pior coisa para a Igreja. Não à toa, a era mais religiosa da humanidade foi chamada como? Idade das Trevas!!! Bingo!). Mas voltando: dane-se as mulheres - Eva foi e arrastou Adão pelo mau caminho - o pobre e inocente Adão! Por causa disso, mulheres, eis sua penitência: "Dois mil anos renegadas a cidadãos de segunda classe", e não reclamem!

4) O ideal do celibato? Criação dos Séculos II a IV. Versão da Igreja: "para que o sacerdote esteja sempre pensando apenas em Deus". Realidade: que absurdo esse clero casado ter filhos e passar sua riqueza para seus descendentes, quando, na verdade, ela deveria permanecer nos cofres da Igreja! Mas, espere um pouco: havia freiras em conventos, também adeptas do celibato! Sim, mas mulheres... seu celibato não deve ser tão bom como o dos homens - voltem para seus bordados, senhoritas!

5) Casamento? A Igreja deu tantas idas e vindas nesse tópico que facilmente conseguiu criar justificativas para ambos os lados:

a) Rejeite o casamento e adote o celibato pregado por Jesus! Ops, pregado por alguém... não lembro quem foi, mas faz sentido o que pensava, então, verdade literal a partir de agora para todos! Ah, mantendo nosso "dindim",
 claro, para nossas basílicas imponentes!

b) Adote o casamento, mas... nós é que vamos determinar com quem, onde e como você se casará, seja um indigente ou da realeza! Casar dentro da Igreja? Que absurdo! Você vai se casar no pórtico, do lado de fora, sujeito à friagem e à chuva! Casamentos incestuosos de 7° grau? Hum, acho que podemos abrir uma exceção (dispensa) em vo$$o caso, alteza!

c) Casamento como sacramento? Criação da Idade Média! Mas vá se casar em uma igreja Anglicana, porque, para o Catolicismo, só os homens importam! E ideal de homem é ser celibatário! Ah, detalhe: case-se, mas não deseje tanto a sua própria mulher, senão você estará cometendo adultério!

6) Pecado Original? Toda criança nasce em pecado, porque sexo é um pecado, mas... só o sexo depois que Eva comeu da maçã, ao que parece, porque, antes disso, segundo Santo Agostinho, a relação sexual de Adão e Eva era totalmente casta e virtuosa. Ter orgasmo e virar os olhinhos era coisa do demônio! Começo a achar que "broxar" deve ser uma virtude!

7) Prostitutas? São umas "impuras imundas" que ficam desvirtuando os homens de seu bom caminho, ainda que sejam os homens que pagam para desfrutar de seus serviços. Hora de avançar no tempo até a era Vitoriana e criminalizar e internar à força essas portadoras de doenças venéreas (mas só elas!).

8) Homossexualismo: 40 palavras dentre mais de 80.000 da Bíblia, citadas por Paulo em uma tal Carta aos Coríntios. Carta que servia de resposta para ajudar a cidade de Corinto, na Grécia, que vivia um pico de libertinagem sexual. Mas e quanto ao resto do mundo? Estavam todos vivendo em pura devassidão? Por que tomar uma realidade particular, em uma época particular, e querer aplicá-la a todo o mundo e a qualquer era? Mais do que isso, avancemos no tempo de novo e veremos homossexuais indo parar em cana simplesmente por terem relações em privado!!! Esqueçam "vida pública" e "vida privada"! Até os anos 70, a vida privada dos homossexuais era totalmente de caráter público e, se o público não gosta, xadrez neles!

9) Ascensão das mulheres na Igreja? Hum, são todas umas descendentes de Eva! Não merecem confiança, exceto Maria, porque esta nos convém! Mas... se elas trouxerem mais homens e notoriedade positiva para a Igreja, demos-lhes umas migalhas de sentimentalismo barato e, depois, enxotemo-nas do palco.

10) Deus vs. Deuses? O Cristo de Roma é mais importante e mais "atualizado" em civilidade, então, que se danem as crenças desses povos africanos e indígenas que queremos conquistar. Eis o Evangelho como justificativa para limpeza étnica e cultural!

11) Abuso sexual infantil? Hora de aplicar grandes princípios, como "uma mão lava a outra" e "o que os olhos não vêem, o coração não sente" e dar uma repaginada à la Cristianismo!



Com o acima exposto - e o que afirmo a seguir é uma opinião minha - é simplesmente impossível assistir a esta série e não se sentir emocionado, revoltado, frustrado, manipulado e triste. Não que a Igreja não tenha ensinado coisas positivas ao mundo, mas é profundamente difícil acreditar que haja uma única coisa útil sequer que tenha falado sobre sexo. Se há o tal do "dedo de Midas", apresento-vos o "dedo da desgraça", resultado de toda a interferência eclesiástica nesse campo durante 2 mil anos.
"O conhecimento anda de mãos dadas com a verdadeira luz".

:arrow: Tutorial Download links Telegram aqui.
:arrow: Links inativos? Informe aqui.

vb1987

  • br

  • Registo: 31 Jan, 2021
  • Membro: 63987
  • Mensagens: 40
  • Tópicos: 0

  • : 44
  • : 0

Re: [#275] Sex And The Church - VitDoc
« Resposta #4 em: Quarta, 19 de Janeiro, 2022 - 11h42 »
Vit sem palavras cara!

Tirei ontem pra maratonar e achei simplesmente perfeito... Pra quem não saca inglês legal feito eu e curte essas paradas de história esse é mais um tesouro que eu nunca poderia ver sem você e essa galera daqui. Muito obrigado por seu tempo e a dedicação. Galera aqui da escola onde trabalho já é seu fã kkkkk.  :bow2: :hand:

crazypoet

  • pt

  • Registo: 02 Nov, 2007
  • Membro: 110
  • Mensagens: 125
  • Tópicos: 1

  • : 0
  • : 0

Re: [#275] Sex And The Church - VitDoc
« Resposta #5 em: Quarta, 16 de Fevereiro, 2022 - 16h44 »
Muito Obrigado  :clap: :clap:
Desconfia do homem cujo abdomen se mantem imóvel enquanto ri.  (prov. chinês)

st

  • aq

  • Registo: 03 Fev, 2019
  • Membro: 60434
  • Mensagens: 37
  • Tópicos: 2

  • : 3
  • : 0

    • Catálogo Scant S/A
Re: [#275] Sex And The Church - VitDoc
« Resposta #6 em: Quinta, 24 de Fevereiro, 2022 - 11h20 »
Assim como na Religião, onde muitos gostam de dar seus "testemunhos", aproveito este espaço para deixar a minha opinião:

Esta série é, facilmente, para mim, uma das três melhores que já traduzi 

quais seriam as outras?

VitDoc

  • Moderador
  • Tradutor
  • br

  • Registo: 25 Mar, 2012
  • Membro: 28808
  • Mensagens: 10 130
  • Tópicos: 2 027

  • : 130
  • : 150

"O conhecimento anda de mãos dadas com a verdadeira luz".

:arrow: Tutorial Download links Telegram aqui.
:arrow: Links inativos? Informe aqui.