Autor Tópico: Tensão no Médio Oriente  (Lido 1193 vezes)

0 Membros e 1 visitante estão a ver este tópico.

FragaCampos

  • Administrador
  • Tradutor
  • Ripper
  • pt

  • Registo: 09 Out, 2007
  • Membro: 1
  • Mensagens: 17 745
  • Tópicos: 3 369

  • : 72
  • : 346

Tensão no Médio Oriente
« em: Sábado, 12 de Julho, 2008 - 21h00 »
Irão ameaça bombardear Israel e 32 bases americanas se for atacado

12.07.2008 - 16h03 PÚBLICO, Agências

O Irão está preparado para bombardear Israel e as “32 bases militares americanas” no Médio Oriente em caso de um ataque contra o país, anunciou hoje um alto responsável iraniano, subindo o tom das ameaças trocadas nos últimos dias.

“A América sabe muito bem que, ao mais pequeno movimento contra o Irão, Israel e as 32 bases militares americanas na região estarão ao alcance dos nossos mísseis e serão destruídas”, afirmou o imã Mojtaba Zolnour, citado pela agência semi-oficial iraniana Fars.

As agências internacionais, que retomam estas declarações, lembram que Zolnour é um dos principais conselheiros do “ayatollah” Ali Khamenei, Guia Supremo iraniano, e seu representante junto dos Guardas da Revolução, a força militar de elite que controla os principais arsenais do país.

Segundo o dirigente, “a capacidade [militar] da República Islâmica é tal que se os EUA dispararem um míssil,
o Irão será capaz de destruir o coração de Israel e as bases americanas ainda antes de assentar o pó dos mísseis americanos”.

Já esta semana, um dirigente iraniano tinha comentado os rumores de que Israel estaria a ponderar um ataque preventivo contra as instalações nucleares iranianas, dizendo que Teerão “incendiaria Telavive e as bases americanas” no Médio Oriente.

Seguiram-se depois as manobras militares no Golfo Pérsico, durante as quais os Guardas da Revolução dizem ter testado dezena e meia de mísseis de médio e longo alcance, entre eles o Shahab-3, um projéctil que, segundo Teerão, tem um alcance de dois mil quilómetros.

Apesar de vários analistas suspeitarem que a República Islâmica está a exagerar as suas capacidades – uma suspeita que é reforçada ao saber-se que algumas fotografias e imagens dos testes foram manipuladas –, os EUA avisam que em caso de perigo, defenderá os seus interesses e os interesses dos seus aliados na região. Já o ministro da Defesa israelita, Ehud Barak, dz que o Governo está “pronto a agir” caso a segurança do país seja posta em causa.
« Última modificação: Sábado, 12 de Julho, 2008 - 21h02 por FragaCampos »
Saiba como pesquisar corretamente aqui.
Como transferir do 1fichier sem problemas de ligação? Veja aqui.
Converta os links antigos e aparentemente offline do 1fichier em links válidos. Veja aqui como fazer.
Classifique os documentários que vê. Sugestão de como o fazer.

Netyon

  • Retirado
  • pt

  • Registo: 10 Out, 2007
  • Membro: 6
  • Mensagens: 1 010
  • Tópicos: 360

  • : 0
  • : 21

Re: Tensão no Médio Oriente
« Resposta #1 em: Domingo, 13 de Julho, 2008 - 09h28 »
Infelizmente esta é mais uma história que vai acabar mal.
É evidente que as duas partes estão desejosas de entrar em guerra, esperando apenas que um dos lados faça aquilo que possa ser considerado um acto de guerra perante a comunidade internacional para justificar a entrada em cena da outra.

Nem quero é pensar no impacto que esta guerra irá ter numa economia mundial mais que fragilizada.  :cry: :nah:
« Última modificação: Domingo, 13 de Julho, 2008 - 09h29 por Netyon »

X_Splinter

  • Tradutor
  • Releaser
  • pt

  • Registo: 13 Out, 2007
  • Membro: 12
  • Mensagens: 684
  • Tópicos: 67

  • : 0
  • : 1

  • Olho por olho faz o Mundo cego!
Re: Tensão no Médio Oriente
« Resposta #2 em: Segunda, 14 de Julho, 2008 - 21h31 »
Não vai acabar mal, porque ha cobardia, se o Irão estiver forte não há guerra

E não disfarceis a verdade com a falsidade, nem a oculteis, sabendo-a.
(2.42) Alcorão
E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.
(8:32 João) Bíblia