Autor Tópico: Eleição presidencial nos EUA - Notícias  (Lido 1075 vezes)

0 Membros e 1 visitante estão a ver este tópico.

feliphex

  • Colaborador
  • Releaser
  • Postador de Legendas
  • br

  • Registo: 26 Fev, 2015
  • Membro: 49350
  • Mensagens: 3 019
  • Tópicos: 965

  • : 104
  • : 70

Re: Eleição presidencial nos EUA - Notícias
« Resposta #20 em: Segunda, 10 de Junho, 2024 - 16h58 »
Biden chama Trump de “criminoso condenado” pela primeira vez após julgamento

Porta-voz da campanha do republicano disse à Fox News que fala é "vergonhosa" para a campanha do democrata

Andrea Shalal e Nandita Bose da Reuters
04/06/2024

https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/biden-chama-trump-de-criminoso-condenado-pela-primeira-vez-apos-julgamento/



Partido Republicano no Colorado pede que seguidores queimem bandeira LGBTQIA+

Em comunicado a seguidores, diretório do partido no Colorado afirmou que "Deus odeia o Orgulho"

Da CNN
06/06/2024

https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/eleicoes-nos-eua-2024/eua-partido-republicano-pede-que-seguidores-queimem-bandeira-lgbtqia/



Marjorie Taylor Greene compares Trump to Jesus at Las Vegas rally

Marjorie Taylor Greene compara Trump a Jesus em comício em Las Vegas

Republican extremist tells crowd ‘The man that I worship is also a convicted felon’

Extremista republicana diz à multidão: ‘O homem que adoro também é um criminoso condenado’

Robert Tait
Segunda 10 Jun 2024

(tradução by feliphex)

link original: https://www.theguardian.com/us-news/article/2024/jun/10/marjorie-taylor-greene-trump-jesus

Donald Trump foi comparado a Jesus Cristo pela congressista de extrema direita da Geórgia, Marjorie Taylor Greene, num comício de campanha do ex-presidente em Las Vegas, uma cidade mais conhecida por evocar imagens de jogos de azar do que cenas bíblicas.

Greene, que faz referências frequentes à sua fé cristã, citou as supostas qualidades cristãs de Trump para desafiar os esforços dos democratas para capitalizar o status do presumível candidato presidencial republicano como criminoso condenado após sua recente condenação em um caso envolvendo dinheiro secreto pago a uma atriz de cinema adulto e registros comerciais falsificados em um tribunal de Nova York.

“Os democratas e a mídia de notícias falsas querem falar constantemente sobre ‘o presidente Trump é um criminoso condenado’”, disse ela a uma multidão que esperava sob as altas temperaturas do início do verão. “Bem, você quer saber uma coisa? O homem que adoro também é um criminoso condenado. E ele foi assassinado numa cruz romana.”

Em algumas partes da ecosfera política, a comparação de Greene não foi bem recebida.

“Jesus pagou uma estrela pornô e encobriu tudo”, dizia um comentário no X deixado abaixo de um clipe dos comentários de Greene no domingo.

O congressista democrata da Califórnia, Adam Schiff, acrescentou sarcasticamente: “Definitivamente não é uma seita”.

Não é a primeira vez que Greene traça paralelos entre Trump e Cristo – que os cristãos consideram ser o messias e filho de Deus – bem como outras figuras históricas de mártires.

Quando ele foi preso em Nova Iorque sob acusações de corrupção, em Abril do ano passado, ela comparou Trump a Jesus e a Nelson Mandela, que se tornou o primeiro presidente da África do Sul pós-apartheid depois de ter sido preso durante 27 anos pelo regime racista.

“Trump está se juntando a algumas das pessoas mais incríveis da história que estão sendo presas hoje. Nelson Mandela foi preso, cumpriu pena na prisão. Jesus foi preso e assassinado pelo governo romano”, disse ela à Right Side Broadcast Network.

“Houve muitas pessoas ao longo da história que foram presas e perseguidas por governos radicais e corruptos… Simplesmente não consigo acreditar que isso esteja acontecendo, mas sempre o apoiarei. Ele não fez nada de errado.

As comparações com Cristo também foram promovidas pelo próprio Trump, à medida que procurava explorar a sua popularidade entre os cristãos evangélicos brancos – e apesar de aparentemente ter dificuldade em identificar a sua passagem favorita da Bíblia.

Quando ele foi a julgamento num processo civil por fraude empresarial no ano passado, os seus apoiantes divulgaram uma imagem que o retratava sentado no tribunal ao lado de uma figura semelhante a Cristo.

Trump, por sua vez, divulgou o esboço falso em seu site Truth Social, escrevendo: “Este é o esboço judicial mais preciso de todos os tempos. Porque ninguém poderia ter chegado tão longe sozinho.”

Ele pressionou ainda mais a questão em seus apelos de arrecadação de fundos, invocando uma metáfora de si mesmo como salvador em uma manchete no site de sua campanha que dizia: “Eles não estão atrás de mim. Eles estão atrás de você. Estou apenas ficando no caminho.“

Uma das celebridades apoiantes de Trump, o ator vencedor do Óscar Jon Voight, também enfatizou o tema messiânico, citando o Livro de Josué e o Novo Testamento para afirmar que o ex-presidente “foi alvo pelas informações dele que podem derrubar o pântano corrupto".

Voight acrescentou: “O único homem que foi ridicularizado e destruído como Jesus, Trump, pode voltar e salvar o sonho americano para todos”.

As alusões pessoais de Trump a Cristo contrastam marcadamente com a mensagem de Joe Biden, que tem frequentemente dito aos eleitores para se absterem de comparar Biden com o Todo-Poderoso, mas sim compará-lo com a alternativa ao Trump.
"Pouco com Deus é muito, muito sem Deus é nada!"